Bonde - O Maior Portal do Paraná
Sábado, 19 de Abril de 2014. | Bem-vindo usuário! Faça login ou cadastre-se.
26º / 18º Londrina - PR Outras Cidades Google Twitter Whatsapp - (43) 9124-1630 Facebook
Saúde
19/08/2009 -- 22h23

O que causa suor excessivo nas axilas, pés e mãos?

A sudorese excessiva é chamada de hiperidrose. Seus efeitos podem ser angustiantes

Sua Saúde-Folha de Londrina
QR:
 
Reprodução
A bromidrose - odor desagradável de algumas transpirações - é provocada pela ação de bactérias em determinadas partes do corpo.

O que causa suor excessivo nas axilas, pés e mãos? Como evitar o problema?

De maneira geral, o suor é mais intenso nas mãos, pés e axilas. Isso acontece porque o tamanho e a quantidade de glândulas sudoríparas nessas áreas são maiores. O suor é secretado por dois tipos de glândulas sudoríparas, as écrinas e as apócrinas. As primeiras localizam-se no corpo todo e em maior número na palma das mãos, planta dos pés, testa e pescoço. As glândulas apócrinas estão presentes em algumas regiões do corpo como axilas, órgãos genitais e ao redor dos mamilos.

A sudorese excessiva é chamada de hiperidrose. Seus efeitos podem ser angustiantes. Na criança em idade escolar, dificulta a escrita devido à sudorese excessiva, que molha e borra os cadernos. Prejudica ainda as brincadeiras, uma vez que a criança evita o simples aperto de mão, muitas vezes, por vergonha da mão suada.

A bromidrose - odor desagradável de algumas transpirações - é provocada pela ação de bactérias em determinadas partes do corpo, associada ao aumento de umidade local. As bactérias proliferam-se em ambientes úmidos e quentes, gerando mau cheiro. Pode surgir na axila e nos pés e está relacionada às características genéticas e aos portadores de maior número de glândulas sudoríparas. Acomete mais os homens que as mulheres.

Embora seja mais comum em jovens e adultos, pode surgir na infância. Fatores emocionais, stress, tensão, ingestão de alimentos como alho e cebola podem agravar o quadro. Doenças como diabetes e hipertireoidismo podem intensificar a bromidrose porque aumentam a produção de suor e modificam a sua composição.

O tratamento varia de acordo com a intensidade e localização do problema e visa o controle da sudorese excessiva e diminuição do número de bactérias. Pode ser feito com o uso de produtos sob a forma de talcos, sprays ou cremes contendo antibióticos e outras substâncias que dificultam o crescimento das bactérias. Em caso de excesso de suor pode-se associar substâncias antitranspirantes.

Outros tratamentos possíveis são as aplicações da toxina botulínica (botox), mais conhecida no combate às rugas de expressão e a iontoforese. Em alguns casos, o suor é tão intenso que essas medidas não funcionam e o paciente necessita de medicamentos sistêmicos ou de tratamento cirúrgico. Em qualquer situação, a orientação médica é fundamental.

Gina B. Schiavon, pediatra
Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 18/04/2014 23:22
PUBLICIDADE
Carregando ...
 
PUBLICIDADE