Bonde - O Maior Portal do Paraná
Saúde
05/10/2012 -- 09h08

Direção do Evangélico admite erro em morte de paciente

Mariana Franco Ramos - Redação Bonde
QR:
Add to Flipboard Magazine.

A direção do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba admitiu que um erro médico pode ter causado a morte do paciente João Carlos Siqueira Rodrigues. Ele faleceu no dia 28 de agosto, aos 38 anos, em decorrência de problemas respiratórios.

Segundo nota oficial divulgada na manhã desta sexta-feira (5), o relatório final da sindicância apontou um ato falho de um profissional da equipe do hospital, que teria desligado o aparelho respirador.

Rodrigues sofria de uma doença degenerativa, mas apresentava um quadro de saúde estável. Nos quatro anos e quatro meses em que ficou internado, ele casou e escreveu, com a ajuda de uma enfermeira, o livro "O Caçador de Lembranças", sobre a sua luta contra a doença.

"Segundo o relatório final da sindicância, houve um ato falho de um profissional que acabou abreviando a morte do paciente em 28 de agosto, após quatro anos e quatro meses de internamento. O referido profissional, que já estava afastado de suas funções desde a instauração da sindicância, foi desligado do quadro de funcionários do hospital. A direção lamenta o erro humano e ratifica sua solidariedade e integral apoio à família", diz a nota.
Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 15/09/2014 23:37
PUBLICIDADE
Carregando ...
PUBLICIDADE
 
PUBLICIDADE