Bonde - O Maior Portal do Paraná
Terça-feira, 29 de Julho de 2014. | Bem-vindo usuário! Faça login ou cadastre-se.
22º / 12º Londrina - PR Outras Cidades Google Twitter Whatsapp - (43) 9124-1630 Facebook
Saúde
11/03/2010 -- 19h40

Tive herpes-zoster nas costas e virilha. E agora?

O vírus que causa o herpes também ocasiona a varicela. Se o paciente já teve varicela, o vírus permanece ''dormente'' nos tecidos

Sua Saúde - Folha de Londrina
QR:
 

Tive herpes-zoster nas costas (lombar) e virilha. Sob orientação médica, estou tomando gabapentina. Mas ainda sinto dores e inchaço no abdome.

O herpes-zoster ou ‘‘cobreiro’’ caracteriza-se pela presença de pequenas bolhas que se formam na pele, acompanhando o trajeto dos nervos. O vírus que causa o herpes (varicela-zoster) também ocasiona a varicela. Se o paciente já teve varicela, o vírus permanece ‘‘dormente’’ nos tecidos nervosos. Caso seja reativado, causa o aparecimento do herpes-zoster.

O quadro inicia-se com uma sensação de queimação ou formigamento local. Após dois ou três dias, essas áreas tornam-se avermelhadas e surgem pequenas bolhas agrupadas. Após uma semana, se o indivíduo apresentar boa saúde, formam-se crostas sobre as lesões e a doença praticamente terá chegado ao fim. A principal característica da enfermidade é não ultrapassar a linha média do corpo.

Como no herpes-zoster a lesão é localizada, não há transmissão respiratória, mas pode haver contaminação através do contato direto. Pessoas com sistema imunológico rebaixado, como portadores de HIV, indivíduos com alguns tipos de câncer ou que fazem uso de imunodepressores são mais predispostos a manifestá-lo. A complicação mais freqüente é a neuralgia pós-herpética, que é uma dor local crônica, sendo mais comum em pacientes com faixa etária mais elevada. A doença tem uma história de resolução natural. A grande vantagem do tratamento com antiviral é diminuir a possibilidade de instalação da neuralgia. Entretanto, para ser eficaz, precisa ser introduzido nas primeiras 72h do quadro. Algumas opções são o aciclovir, o famciclovir e o valaciclovir.

Em casos mais acentuados, associa-se um antiinflamatório hormonal, como prednisona. Para a neuralgia pós-herpética, são prescritos medicamentos como amitriptilina, doxepina e a gabapentina. Pode haver recidiva, mas é muito incomum, ocorrendo em apenas 4% das pessoas sem deficiências imunológicas. Existe uma vacina contra o vírus varicela-zoster, porém só tem eficácia comprovada na prevenção da varicela em crianças. Vacina específica contra herpes-zoster ainda não existe, mas é possível que a vacina contra a varicela também o previna.

Leandro Neme, dermatologista
Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 28/07/2014 23:31
PUBLICIDADE
Carregando ...
PUBLICIDADE
 
PUBLICIDADE