Bonde - O Maior Portal do Paraná
Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014. | Bem-vindo usuário! Faça login ou cadastre-se.
36º / 22º Londrina - PR Outras Cidades Google Twitter Whatsapp - (43) 9124-1630 Facebook Youtube - Vídeos
Saúde
10/07/2009 -- 21h24

Mulheres conseguem engravidar após a menopausa?

Sexo&Comportamento-Folha de Londrina
QR:
Add to Flipboard Magazine.
Reprodução
Reprodução
A gravidez em mulheres após os 40 anos deve ser rigorosamente precedida de estudos clínicos e laboratoriais das condições de saúde da mulher.

A idade da mulher tem influências dramáticas sobre as possibilidades de conceber. Com a entrada da mulher na vida social, alguns casais protelam a gravidez para depois da realização da maioria dos sonhos, como formação intelectual, estágios, especializações, realização material e certa estabilidade financeira. Esses casais procuram clínicas de Reprodução Humana porque algum tempo já passou e os filhos não vieram. Na maioria dos casos a mulher já tem mais de 35 anos.

O ápice da fertilidade na terceira década da vida diminui progressivamente até a menopausa. Calcula-se que após os 30 anos a possibilidade da mulher ter filhos diminui 3,5% ao ano. As mulheres entre 35 e 39 anos são 50% menos férteis que as mulheres entre 30 e 34 anos. A chance de gravidez espontânea entre as mulheres de 40 a 44 anos estão em torno de 10%, enquanto que dos 45 aos 49 anos, 2%. Aos 50 anos, ficam próximas de zero.

Após os 40 anos, quando ocorre gravidez espontânea, a taxa de abortos encontra-se em torno de 57%, além da alta incidência de diabete gestacional, hipertensão arterial e partos prematuros. Quanto aos riscos fetais, cita-se que a anomalia congênita aos 25 anos é de 1 caso para cada 1.200 nascimentos; aos 35 anos, é de 1 caso para cada 365 nascimentos, e aos 45 anos, 1 caso para cada 32 nascimentos. Após os 40 anos, a Síndrome de Down está presente em 9,5% das gestações.

Mitos e Verdades

- Mito: a presença de menstruação significa que a mulher está ovulando

- Verdade: a menstruação significa unicamente que a mulher tem hormônios suficientes para menstruar. Após os 35 anos, as ovulações vão se tornando escassas e praticamente desaparecendo após os 40 anos. Embora possa haver ciclos ovulatórios, eles são raros, e outros fatores agravam a dificuldade à gravidez: a qualidade dos óvulos é inadequada e os embriões raramente se fixam no útero por condições inadequadas das secreções uterinas. Aos casais que não conseguem a gravidez espontânea em função da idade reprodutiva da mulher, principalmente após a menopausa, é aconselhado o uso de doadora de óvulos. A obtenção da gravidez em mulheres após os 40 anos deve ser rigorosamente precedida de estudos clínicos e laboratoriais das condições de saúde da mulher. A opção da utilização de doadora de óvulos pode dar à mulher a possibilidade de ter filhos, desde que tenha estado de saúde em perfeitas condições. A possibilidade de riscos genéticos serão de acordo com a idade da doadora, que em geral deve ser jovem.

Osmar Henriques é médico especialista em Reprodução Assistida
Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 20/10/2014 08:43
PUBLICIDADE
Carregando ...
PUBLICIDADE
 
PUBLICIDADE