Bonde - O Maior Portal do Paraná
Saúde
19/10/2009 -- 19h33

Tenho corrimento depois da menstruação, o que fazer?

Geralmente, a mulher apresenta secreção em pequena quantidade oriunda das glândulas vulvares

Sua Saúde-Folha de Londrina
QR:
Add to Flipboard Magazine.

O corrimento genital é um sintoma que indica secreção vulvo vaginal excessiva ou anormal, que também pode decorrer do excesso real ou aparente das secreções normais. Geralmente, a mulher apresenta secreção em pequena quantidade oriunda das glândulas vulvares, junto com células descamadas da vagina, mais o muco cervical (do colo uterino).

A secreção vaginal normal, em geral, é branca, semelhante à farinha de trigo molhada, devido a descamação das células, daí o nome leucorréia, que significa corrimento branco. Quando seca, pode apresentar cor amarelada devido aos pigmentos existentes, principalmente de origem bacteriana. Essa secreção aumenta na época da ovulação (isto é a base do método Billings). Aumenta também durante a gravidez e durante a excitação sexual.

O corrimento é uma das principais causas das consultas ginecológicas. O odor que muitas mulheres se queixam pode ser um odor normal das secreções vulvo vaginais, mas ocasionalmente pode ser sinal de alguma doença.

Existem muitas causas que levam ao corrimento vaginal, desde as fisiológicas (normais do organismo) como as causas infecciosas (alguns vírus, bactérias e fungos). Cada causa tem sua característica própria e existem vários exames para realizar diagnósticos corretos, como bacterioscopia, citologia e cultura.

A mulher, após atividade sexual, pode apresentar algum tipo de corrimento, por mudanças da flora vaginal, ou mesmo por transmissão sexual. Portanto, o tratamento exige sempre um bom exame clínico e laboratorial.

Marcelo Mendonça, ginecologista
Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 02/09/2014 17:35
PUBLICIDADE
Carregando ...
PUBLICIDADE
 
PUBLICIDADE