Blog do Lucio Flávio - Lucio Flávio
03/08/2015 - 16:42
  RSS  
O centroavante Bruno Batata teve o seu contrato publicado nesta segunda-feira no BID da CBF. O vínculo do jogador com o Londrina é até 2 de novembro de 2015.

O atacante que treina desde a semana passada pode estrear sábado contra o Guarani. "Se ele será titular ou não, os treinos da semana é que vai indicar. Mas, certamente ele será relacionado para o jogo", frisou o técnico Claudio Tencati.

Batata foi o artilheiro do LEC na série D do ano passado, com quatro gols, e é a esperança da torcida alviceleste para melhorar a performance ofensiva da equipe. O Londrina só fez nove gols em 10 partidas até aqui.
03/08/2015 - 09:56
  RSS  
A Presidente da República assina até esta terça-feira a MP 671, que vai regularizar as dívidas fiscais dos clubes brasileiros e a regra para os pagamentos dos impostos atrasados.

Levantamento mostra quanto cada time pagaria por mês, durante o prazo de 240 parcelas. Veja a simulação aqui.
01/08/2015 - 13:48
  RSS  
O Londrina controlou o jogo contra a Portuguesa na manhã deste sábado no Canindé, perdeu várias chances e acabou cedendo o empate no segundo tempo. O ponto conquistado, porém, foi válido pois mantém o alviceleste no G4.

O LEC surpreendeu e desde o início jogou no ataque. Com boa movimentação do quarteto ofensivo – Vitinho, Gava, Quirino e Edmar – o gol não demorou a sair. Boa trama de Edmar para Gava, que cruzou na cabeça de Vitinho, aos 13 minutos.

O meia fechou no segundo pau e testou para o fundo das redes. O jogador foi o melhor em campo e ainda acertou uma bola na trave no segundo tempo.

Mesmo saindo atrás do placar, a Lusa não conseguia se impor. A única chance foi aos 46 minutos, quando Hugo desviou de cabeça e Vítor salvou o LEC, com uma grande defesa no canto direito.

Antes disso, o Londrina perdeu a chance de mantar o jogo. Com muito espaço para o contra-ataque, o alviceleste perdeu duas ótimas oportunidades com Edmar e Vitinho.

O Londrina voltou da mesma forma para o segundo tempo e teve a chance de fazer o segundo, quando Vitinho acertou a trave. Na sequência, saiu o empate.

No único erro defensivo do LEC, Julinho apareceu livre na esquerda e cruzou rasteiro para a área. Na tentativa de cortar, o zagueiro Itallo marcou contra, aos 14.

A Lusa cresceu e no lance seguinte quase virou. Após um chute na trave, Guilherme Queiroz, em manhã apagada, marcou no rebote, mas a posição era irregular e o árbitro anulou o gol acertadamente.

O jogo ficou aberto e o LEC perdeu mais duas chances incríveis. Maicon cruzou da direita e Magno, que havia entrado no lugar de Edmar, furou em cima da linha, com o gol vazio.

No último lance do jogo, Paulinho cobrou falta e a bola explodiu no travessão do goleiro Tom. Depois dos 30 minutos os times sentiram o cansaço e o jogou caiu de produção. A vitória não veio por erros na hora de marcar, mas o empate não foi um mal resultado para o Tubarão.

O LEC se mantém no G4, mantém a distância para a Portuguesa e encontrou uma forma de jogar, com dois meias e dois atacantes mais rápidos. Resta agora reconquistar a confiança para vencer em casa.
31/07/2015 - 12:31
  RSS  
Não é por acaso que o grupo B da série C terminou o primeiro turno bastante equilibrado e com pequena diferença entre os clubes, no quesito pontuação.

Dos 45 jogos disputados, 20, ou 44%, terminaram empatados. Como comparação, no grupo A, o percentual ficou em 26%. Houve 12 empates, nas 45 partidas.

Por isso, os dois times que mais venceram estão no grupo A: Fortaleza e Vila Nova, com seis vitórias. No grupo do LEC, ninguém venceu mais que quatro vezes: Brasil, Juventude, Londrina, Tupi e Portuguesa.

Se continuar este equilíbrio no returno, a tendência é que 26, 27 pontos seja suficiente para um clube se classificar em quarto lugar. A conta do Londrina é entre 28 e 30 pontos.
31/07/2015 - 11:04
  RSS  
A pergunta que está na cabeça do torcedor alviceleste. O Londrina do returno será o do início da série C ou o da depois da parada?

Nas primeiras quatro partidas, o LEC somou dez pontos e se manteve na liderança. Nos últimos cinco jogos, venceu apenas um e somou somente seis pontos, 40% de aproveitamento. Caiu da liderança para o quarto lugar.

É importante ressaltar, que a equipe mudou muito desde a primeira rodada. Diversos jogadores saíram, outros foram desligados, além de muitas contusões. É difícil manter a regularidade diante de tantas modificações.

Mas, agora não dá mais para tropeçar. A gordura, acumulada no início, já se foi. O time terá que se reconstruir com as peças que têm e com os novos reforços que estão chegando.

É necessário voltar a ter rapidamente equilíbrio, confiança e maturidade. E acima de tudo, melhorar o aproveitamento no estádio do Café.

Os adversários cresceram, a competição será muito mais difícil no returno e o Londrina precisa mostrar também que se reinventou, que não vai depender, exclusivamente da força defensiva para somar pontos.

O Londrina só depende dele para se classificar, mas terá que melhorar e, rápido. Caso contrário, a classificação pode escapar pelos dedos.

Qual o Londrina teremos no returno? A resposta começará a ser dada a partir deste sábado, no Canindé.
31/07/2015 - 08:54
  RSS  
A Ambev lançou nos últimos dias uma lata decorada, da Brahma, para o Operário de Ponta Grossa, que integra o Movimento por um Futebol Melhor.

A edição especial será comercializada a partir de 1º de agosto, em edição limitada, nas versões 350ml.

E a do Londrina? Quando será lançada?

30/07/2015 - 11:50
  RSS  
Os clubes que disputam a série B do Campeonato Brasileiro se reuniram na última terça-feira na CBF. Em pauta, a cobrança por um aumento das cotas de televisão para 2016.

Este ano, os times da segunda divisão receberam cerca de R$ 3 milhões de cotas da TV, com exceção do Botafogo, que recebe cota da série A.

O pedido dos clubes é que no ano que vem a cota da série B seja a metade da menor cota da série A. Em 2016, os times que menos vão ganhar na primeira divisão, entre eles a dupla Atletiba, vão receber R$ 35 milhões. Ou seja, a cota da série B seria de R$ 17,5 milhões.

Não acredito que o aumento será tão grande assim. A diferença é muito grande. Mas, certamente haverá um acréscimo. A maioria aposta que as cotas da série B em 2016 ficarão entre R$ 6 e R$ 7 milhões, ou seja, cerca de R$ 500 mil por mês.

É isso que aguarda o Londrina, em caso de sucesso na série C. A série B hoje é muito atrativa, sob todos os aspectos. Portanto, é hora de força total para atingir o objetivo.
30/07/2015 - 10:07
  RSS  
A CBF definiu o trio de arbitragem para Portuguesa e Londrina, que se enfrentam sábado, às 11h, no estádio do Canindé.

Apita o jogo Léo Simão Holanda, do Ceará. Os auxiliares serão Michael Correia (RJ) e Alex Ang Ribeiro (SP).

No primeiro turno, de virada, o Tubarão ganhou por 2 a 1, dois gols de Germano, no estádio do Café.
30/07/2015 - 09:23
  RSS  
O Londrina terá várias mudanças para o confronto deste sábado contra a Portuguesa no Canindé. Sem Silvio e Allan Vieira, suspensos, o técnico Cláudio Tencati vai mexer em todos os setores da equipe.

Itallo, que vinha jogando de volante será recuado para atuar ao lado de Matheus na zaga. Paulinho ocupa a lateral esquerda em substituição a Allan Vieira.

O time abandona o esquema com três volantes e terá dois meias em São Paulo. O setor terá Bidía, Germano, Vitinho e Rafael Gava.

Em busca de mais velocidade para explorar os espaços, Magno ganha uma chance para ser o companheiro de Quirino, no ataque. Será o primeiro jogo dele como titular.

As alterações são boas e necessárias. O LEC precisa de um time mais rápido e leve. Até por que se ficar só se defendendo, dificilmente trará um bom resultado.

O confronto é de seis pontos. O Londrina é o quarto colocado, com 16 pontos, e a Lusa, a quinta, com 14.
29/07/2015 - 17:08
  RSS  
O Londrina fez um pedido junto a CBF para que a partida contra o Guarani, confirmada nesta quarta-feira para sábado, dia 8, às 11h, no estádio do Café, não seja realizada neste horário.

O LEC sabe que o horário é inconveniente e dificilmente irá atrair um bom público. Realmente é uma péssima hora para jogar bola.

O nível do futebol brasileiro já não empolga muito o torcedor e imagine nestes horários malucos em que se transformou as nossas competições. Impossível esperar um público razoável.

Como a mudança foi solicitada pela TV, dificilmente a partida irá ter o horário alterado. De qualquer forma, o LEC solicitou que o jogo seja no sábado às 19h.

E você torcedor o que acha deste horário?
< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >
Lucio Flávio
 
Formado em Comunicação Social-Jornalismo e Administração-Marketing. Repórter Esportivo da Rádio Paiquerê AM desde 1997. Repórter também da Folha de Londrina. Participou de coberturas esportivas nacionais e internacionais como Copa do Mundo, Olimpíadas e Copa América. Twitter: @Luciobortoti



Sites Sugeridos
 
ARQUIVO
Mês
Ano
PUBLICIDADE