Bonde - O Maior Portal do Paraná
Terça-feira, 30 de Setembro de 2014. | Bem-vindo usuário! Faça login ou cadastre-se.
30º / 17º Londrina - PR Outras Cidades Google Twitter Whatsapp - (43) 9124-1630 Facebook
Mulher
26/03/2010 -- 08h50

Previna manchas que surgem no rosto durante a gravidez

Causados pelas variações hormonais, os melasmas são difíceis de eliminar, por isso o melhor é prevenir o problema

Redação Bonde
QR:
Add to Flipboard Magazine.
Reprodução
Reprodução
O melasma pode não aparecer na primeira gravidez e aparecer na segunda, ou vice-versa

Durante a gravidez, as mulheres estão mais suscetíveis ao aparecimento de manchas na pele por causa da variação hormonal e da predisposição genética. "O melasma é uma mancha difícil de ser eliminada, por isso o ideal é prevenir. Evitar o sol durante a gestação reduz a chanes de que se formem manchas ao redor dos lábios e nas bochechas que, geralmente, ganham forma de asas de borboleta", afirma o ginecologista e obstetra Aléssio Calil Mathias, diretor da Clínica Genesis.

Além das grávidas, mulheres que usam anticoncepcionais ou fazem tratamentos com hormônios também são alvos do melasma. O aumento dos hormônios estrógeno e melanogênico também leva ao escurecimento das aréolas e ao aparecimento daquela pequena linha vertical escura abaixo do umbigo.

O melasma pode não aparecer na primeira gravidez e aparecer na segunda, ou vice-versa. "Portanto, a grávida deve adotar medidas de proteção para se expor ao sol. O consenso entre os dermatologistas é que a radiação solar pode desencadear o problema e até agravá-lo, uma vez que os efeitos do sol são cumulativos. Como prevenção, os bloqueadores solares são a principal arma", recomenda o diretor da Clínica Genesis.

Como fazer a prevenção?

"Geralmente o melasma surge no segundo trimestre da gestação, mas o ideal é manter a prevenção desde o início. Recomendamos o uso contínuo de bloqueadores com fator de proteção 30 e o uso de chapéu, óculos escuros e guarda-sol", afirma a dermatologista da Genesis, Luciana Cattini.

"O ideal, para uma proteção efetiva, é aplicar o bloqueador solar na pele pela manhã, na hora do almoço e no fim da tarde, faça chuva ou faça sol. Muita gente não sabe, mas mesmo dentro de ambientes fechados, a radiação solar afeta a pele. Por isso, o protetor solar tem de estar sempre à mão, até dentro de casa e no escritório", destaca Luciana Cattini.

Ao ar livre, a exposição da gestante precisa ser gradual e extremamente cuidadosa. "Para ir à praia ou à piscina, a gestante precisa saber que a radiação ultra-violeta B (UVB), a mais perigosa e responsável pelo câncer de pele, se intensifica entre 10 e 16 horas. Já a radiação ultra-violeta A (UVA), muito importante no desenvolvimento e estímulo da pigmentação, ou seja, favorecendo o aparecimento do melasma, é a mesma durante todo o dia. Daí a importância de se proteger sempre", destaca a dermatologista da Clínica Genesis.

Para tratar

Se, por algum descuido, a pele da gestante manchar, ela precisa saber que é preciso continuar a usar o bloqueador para evitar que a mancha escureça ainda mais. "Para disfarçar, uma dica é aderir à camuflagem com o uso de bases e corretivos, dando preferência a produtos oil-free e não comedogênicos", diz Cattini.

A gestante tem à disposição os clareadores de uso tópico com concentrações e ativos específicos para esta fase da vida. "Eles podem ser cosméticos, de livre acesso, ou cosmecêuticos, que só podem ser prescritos pelo dermatologista", diz a médica.

"Como alguns produtos indicados para o tratamento do melasma possuem componentes que devem ser evitados durante gestação, é sempre importante consultar o ginecologista e o dermatologista antes de iniciar qualquer tratamento estético. A razão de tanta cautela é evitar qualquer complicação para a grávida ou para o bebê", destaca Aléssio Calil Mathias.
Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 30/09/2014 18:39
PUBLICIDADE
Carregando ...
PUBLICIDADE
 
PUBLICIDADE