Bonde - O Maior Portal do Paraná
Terça-feira, 29 de Julho de 2014. | Bem-vindo usuário! Faça login ou cadastre-se.
22º / 12º Londrina - PR Outras Cidades Google Twitter Whatsapp - (43) 9124-1630 Facebook
Economia
10/01/2011 -- 09h52

Lavar e passar roupas fora de casa

Aline Vilalva/Folha de Londrina
QR:
 
Edinho Irizawa/Equipe Folha
Nas lavanderias do franqueado Carlos Alberto Cestari o destaque é o uso de produto para revitalizar as cores e prolongar os efeitos da passadoria

A correria do dia a dia tem motivado cada vez mais a procura por serviços de lavanderias. A comodidade em deixar as roupas para lavar e passar vem conquistando mais adeptos a cada ano e, com isso, além dos trabalhos tradicionais, esses estabelecimentos ampliam a gama de especialidades. Só no Paraná são 700 lavanderias em funcionamento.

Para melhor atender os clientes, são oferecidos outros tipos de serviços como limpeza a seco, lavagem de tapete, tênis, travesseiros, edredons e bichos de pelúcia. Retoques de costura nas peças, como barras e botões, passaram a fazer parte dos serviços disponíveis. Dentro dessa tendência de inovação, a lavanderia 5 à Sec recebe roupas básicas, sociais, da casa, infantis e de festa. Lavagem e passadoria de camisa sai por R$ 7, calça R$ 10, terno R$ 22 e para vestido varia entre 15 e R$ 30.

Um dos diferenciais da rede é a linha Beaty, dividida no sistema appret, que utiliza produto para revitalizar as cores e prolongar os efeitos da passadoria. O sistema de impermeabilização melhora a aparência dos tecidos e evita incrustação das manchas, enquanto o sistema antiácaros reduz os riscos de alergia provocados pela ação destes micro-organismos. Com o amidonnage as peças ficam conservadas como se estivessem recém-passadas.

Com vistas à oferta de serviços inovadores, no dia 1º de fevereiro a lavanderia vai lançar três pacotes, na linha combo, que possibilitará ao cliente lavar 10 peças por vez ao valor de R$ 50. ''Elaboramos esse serviço para melhor atender às necessidades da nossa clientela'', diz o franqueado Carlos Alberto Cestari. Ele adianta que no final do ano será inaugurada outra unidade da rede em Londrina.

Lavagem de tapete lidera a demanda da Bolha de Sabão, que tem foco no setor doméstico. A lavanderia também recebe cortinas, vestuários em geral e roupas de cama, mesa e banho. A lavagem de sofá é um diferencial do estabelecimento, que vai até a residência, o custo fica a partir de R$ 130 para modelos com dois e três lugares.

Outra opção da lavanderia é a lavagem por quilo que sai por R$ 7, incluindo passadoria. Camisa e blusa mais delicadas, que precisam ser lavadas separadamente, custa R$ 6 a unidade, R$ 10 calça social, R$ 12 blazer, terno R$ 22 e roupa de festa R$ 29,80. O serviço expresso, por sua vez, oferece agilidade na entrega das peças, que ficam prontas em um dia, enquanto o regular leva de dois a três. De acordo com a empresária Fabiana da Silva, além dos clientes fixos semanais, mensais e anuais, há grande procura de estudantes que vêm morar na cidade e passam a contar com os serviços de lavanderia.

Cuidado profissional

Ao menos uma vez por semana a engenheira agrônoma Maria Amélia de Souza manda algumas peças para a lavanderia. Roupas de uso diário são lavadas em casa, mas as de sair e os tecidos mais finos ficam sob cuidados profissionais. ''Contar com a lavanderia é muito prático, pois não preciso me preocupar em casa'', afirma. ''Não abro mão do serviço porque as peças ficam visivelmente bem tratadas, inclusive as que têm muitos detalhes'', reitera. Ela também tem o hábito de usar a lavanderia para lavar tapetes, cortinas e edredons. Há mais de 20 anos Maria Amélia conta com esses serviços.



Selo qualificará lavanderias

Visando melhorar o atendimento aos clientes de lavanderias, criar melhores condições de serviço aos funcionários e aprimorar a relação com o meio ambiente, a Associação Nacional das Empresas de Lavanderias (Anel) e o Sindicato das Lavanderias de São Paulo (Sindilav) criaram o Selo de Qualidade e Sustentabilidade (SQS). A proposta, desenvolvida ao longo de dois anos, foi lançada em 24 de novembro e vale para todo o Brasil.

A presidente da Anel, Paola Tucunduva, explica que o Selo é uma certificação especialmente adaptada ao setor que objetiva, também, padronizar o serviço prestado nesse segmento e, assim aumentar a qualidade do trabalho para o consumidor e mercado, além de contribuir com o meio ambiente. Por enquanto, apenas um estabelecimento de São Paulo foi certificado, mas outros já estão no caminho. ''Esperamos que dentro de 5 a 10 anos pelo menos 50% das lavanderias de todo o país estejam certificadas, tendo em vista que é um projeto de médio e longo prazos'', reitera.

As empresas poderão ser certificadas nos níveis ouro, prata e bronze, por meio da auditoria Rina Brasil, entidade italiana certificadora de ISOs. O SQS se basea no ISO 9000 - qualidade, ISO 14000 - meio ambiente e ISO 18000 - saúde e segurança do trabalho. ''Estes níveis também são um estímulo para as lavanderias, que podem ir se adequando às exigências e melhorando o seu sistema'', observa Paola. ''Consequentemente, essas ações trazem economia, protegem o meio ambiente e garantem a qualidade do serviço e do espaço de trabalho'', reitera.

Segundo dados da Associação, o país tem cerca de 7,8 mil lavanderias, incluindo os segmentos de lavagem doméstica, de jeans, hospitalar, hoteleira e de atendimento a indústrias. Deste número, 536 estão associadas à Anel. Os Estados do Sudeste têm maior representatividade no segmento, de 65 a 70%, seguidos pelos do Sul, aproximadamente 25%, e o restante está dividido entre Norte e Nordeste, ''que vêm crescendo muito neste setor''.

Por enquanto, nenhuma lavanderia do Paraná formalizou pedido para a certificação, de acordo com a Anel. Paola adianta que em março a categoria paranaense passará a contar com um sindicato, cujas negociações estão sendo finalizadas.

O SQS é aberto a todas as lavanderias. Interessados em receber a certificação devem acessar o site www.anel.com.br, no link SQS, onde estão disponíveis as instruções para os procedimentos necessários.



Serviço

Bolha de Sabão - Goiás, 490 - sala 5, telefone 3321-5704 e Madre Leônia Milito, 1.123, 3344-0102 - www.bolhadesabao.com.br.

5 à Sec - Higienópolis, 533, telefone 3339-5060; Maringá, 3339-6080 e Shopping Catuaí, loja 7, 3339-5070 - www.5asec.com.br.

Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 29/07/2014 15:31
PUBLICIDADE
Carregando ...
PUBLICIDADE
 
PUBLICIDADE