24/11/17
32º/18ºLONDRINA
 -
 -
07/05/2017 - 15:14
Imprimir Comunicar erro mais opções
GRATIDÃO

sobre o abismo
da arrogância
a flor da gratidão
desdobra suas pétalas

sem o medo
da rejeição nem da burla
as almas despidas
extravasam a beleza
como a flor do lótus
sob os primeiros raios
do Sol.

Isabel Furini

03/05/2017 - 09:34
Imprimir Comunicar erro mais opções
A escritora e poetisa Neyd Montingelli reúne neste livro 140 poesias, algumas delas premiadas. A autora há alguns anos que se dedica à prosa, escreve contos e crônicas, e há 3 anos ela começou a escrever poesia. O e-book e o livro impresso podem ser adquiridos no site do Clube dos Autores:
https://clubedeautores.com.br/books/search?utf8=%E2%9C%93&where=books&what=Passos+po%C3%A9ticos&sort=&topic_id=



PREFÁCIO

Um passeio, sem pressa, pelo jardim em uma bela manhã, em companhia do sol e do canto dos pássaros, um convite para ver e sentir em cada flor o seu perfume, e perceber em tons suaves a poesia de Neyd Montingelli desabrochar. Ao segurar entre as mãos o lindo livro "Passos Poéticos", esse passeio se inicia...
A escritora, a partir das lembranças da infância presenteia-nos com poesias que fluem naturalmente, desenhando imagens tingidas de emoção e encanto, nos versos de "Pausas na vida" percebe-se a presença intensa do amor na vida da menina, mulher e mãe carinhosa. O amor, tecendo caminhos e construindo uma família, olhares, observações e questionamentos.

Neyd apresenta-nos nesse desabrochar de poesias, um doce, porém forte desnudar da alma feminina repleta de sensibilidade e lirismo, sem deixar de observar as transformações sociais que envolvem o dia a dia da mulher e sua importância em nossa sociedade.

À Neyd com carinho e gratidão:
fim de tarde-
o Outono tinge aos poucos
a folha de Canson

Van Zimerman, IWA

Na continuação um poema do livro Passos Poéticos de Neyd Montingelli (com autorização)

Mãos


As mãos se dão em cumprimento,
em carinho elas acariciam.
A mão é pedida em casamento,
pela mão a noiva é levada ao altar.
As mãos preparam o alimento,
com experiência temperam e assam.
As mãos tecem a lã com conhecimento,
para agasalhar a quem amam.
As mãos agradam o rebento,
levam ao peito o filho faminto.
As mãos escondem o sofrimento
e envolvem os que penam.
As mãos secam as lágrimas do lamento,
Não acusam, não condenam,
apenas existem...

Neyd Montingelli



Polaco de Curitiba

Ao vislumbrar uma nova aurora,
atravessaram os mares tenebrosos,
para chegar na terra dos pinheirais.
Aqui plantaram as sementes do que se come,
Do que se veste, do que se abriga, do que se alegra,
O solo fértil fez nascer a mistura das alvas faces,
Dos cabelos do sol, dos olhos do céu e do mar
Sempre colonos, sempre polacos,
Sempre tementes a um só Deus.
Casaram com os índios, com os negros, com os outros.
Só para fortalecer o sangue e a coragem que trouxeram.
A mesa farta, até hoje, a tradição permanece,
Nos lares poloneses-brasileiros-curitibanos.

Neyd Montingelli
29/04/2017 - 08:59
Imprimir Comunicar erro mais opções
A Biblioteca Pública do Paraná lança no mês de maio o projeto "Ateliê de artes visuais", para crianças de 7 a 12 anos. O objetivo do curso, ministrado pelos professores Everton Leite e Edson Morares, é apresentar aos participantes técnicas e conceitos de diferentes expressões artísticas, como pintura, gravura, escultura e instalação. Os encontros acontecem na Seção Infantil, a partir do dia 2 de maio, todas as terças (das 9h às 11h) e quintas-feiras (das 14h às 16h), até outubro.

São 10 vagas por turno, com inscrições gratuitas pelo e-mail [email protected] É necessário informar o nome da criança, idade e telefone. Mais informações: (41) 3221-4980.
Foto divulgação BPP
Foto divulgação BPP


Serviço:

Projeto Ateliê de artes visuais
Todas as terças-feiras (das 9h às 11h) e quintas-feiras (das 14h às 16h), a partir do dia 2 de maio.
Seção Infantil da BPP (R. Cândido Lopes, 133, Centro – Curitiba, PR)
Gratuito
Mais informações: (41) 3221-4980
Fonte: BPP
25/04/2017 - 23:12
Imprimir Comunicar erro mais opções
RETALHOS
Hoje rasguei as dúvidas,
o desespero, a mágoa, a preocupação.
A ansiedade, o choro, o cansaço e a desorganização.
Rasguei também o presente, o passado e o futuro
Mas costurei sorrisos, carinho, pensamentos bons,
esperança, disposição.
O desejo, a companhia e os planos e a descontração.

Maria Cláudia Alecrim

24/04/2017 - 10:46
Imprimir Comunicar erro mais opções
A literatura tem um grande aliado, o desenho. Livros infantis, por exemplo, precisam de imagens para cativar os pequenos leitores. O desenho valoriza o texto.

Hoje lembraremos um pouco da trajetória de Watson Portelle. El é desenhista, jornalista, poeta, roteirista, contista.

Desenhos de Watson Portellas
Desenhos de Watson Portellas


Esse mestre na Arte do desenho nasceu em Camaragibe, Pernambuco, a 18 de outubro de 1950. Filho de Petrônio Portela e de Suzete Portela Costa. Mestres como Yves Chaland, Mike Allred, Mézière, e Andre Blank-Dumontt, serviram de referência na definição do traço do artista. Como toda criança, começou a desenhar aos oito anos de idade, não parando mais. Foi o único desenhista brasileiro a desenhar a capa do Tex. Desenhista autor criou o único herói brasileiro Super-Gay, uma sátira bem-humorada com os heróis da Marvel e DC publicado numa edição especial no ano de 1982, com 68 páginas pela editora Grafipar.

No ano de 1986, recebeu o prêmio Ângelo Agostini – Mestre em Quadrinhos. Em 1988, recebeu o prêmio – Abril de jornalismo – melhor desenho. No ano de 1988 recebeu o prêmio Dona Beija – prêmio Abril de jornalismo, melhor desenho. 2009 recebe o prêmio Ângelo Agostini – 2015 (recebe a homenagem como Grande Mestre dos quadrinhos). Troféu HQMIX Criado em 1988, pela dupla Jal e Gualberto Costa, no programa TV MIX da TV Gazeta, o Troféu HQMIX foi apadrinhado pelo então apresentador do programa, Serginho Groisman. A votação nacional é feita pela categoria dos desenhistas de hqs e humor gráfico por meio da Associação dos Cartunistas do Brasil (ACB) e do Instituto Memorial das Artes Gráficas do Brasil (IMAG).

Desenho de Watson Portella
Desenho de Watson Portella


Mestre na arte dos quadrinhos assinava também como "Barroso" e "Helga". É um dos grandes desenhistas nacionais Possui um trabalho consistente. Quando jovem Watson era fã dos quadrinhos de C. C. Beck, artista americano da escola "linha clara" que acabou, afinal, influenciando seu traço.
Foi um dos primeiros a se destacar no cenário quadrinístico da década de 80. Seus trabalhos mais conhecidos do grande público é o álbum "Paralelas" e "Vôo Livre". Watson iniciou seus trabalho em fanzine e mais tarde teve sua arte publicada em diversas editoras como RGE, Vechi, Graphipar, Maciota (depois, Press Editorial), Abril, Porrada, Vidente e Ópera Graphica.

Sua primeira obra profissional foi uma hq histórica para a Ebal de Adolfo Aizen, que jamais foi publicada. Em 1975, participou da caça de talentos promovida pelo "Gibi Semanal", da RGE (1). "Em 1976, o editor dos gibis da Vecchi, pediu para ele dar um pulinho no Rio de Janeiro, pois queria conhece- lo. O Lotário Vecchi, também era fã dos trabalhos dele: – "Mudei para o Rio de Janeiro ainda em 1976 e comecei a trabalhar para a Vecchi. Fazia terror. – "Lembro que foi antes de completar 26 anos, em outubro". Em 1979, publicou em "Spektro", da Vecchi. Então não parou mais. Fez terror, western, erotismo, humor e super-heróis para Grafipar de Curitiba (para onde se mudou no ano de 1980). Dono de traço ímpar, seus desenhos fizeram a cabeça de toda uma geração.
Desenhos de Watson Portella
Desenhos de Watson Portella

Desenhos de Watson Portella
Desenhos de Watson Portella
Isabel Furini
 
Isabel Furini, escritora e educadora. Recebeu prêmios em concursos de poesia e de contos. Publicou 15 livros, entre eles: Mensagens das Flores e Ele e outros contos. Também escreve para o público infanto-juvenil. É autora da coleção "Corujinha e os Filósofos" da Editora Bolsa Nacional do Livro de Curitiba.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE