19/10/17
30º/20ºLONDRINA
 -
 -
04/10/2017 - 12:24
Imprimir Comunicar erro mais opções
O preço médio da gasolina comum é de R$ 3,80, o que corresponde a um aumento de R$ 0,13 (2,81%) em relação à pesquisa anterior. O preço mínimo consultado foi de R$ 3,62, e preço máximo de R$ 4,19. Já o etanol, o valor médio consultado foi de R$ 2,62, o que corresponde a uma redução de R$ 0,03 (1,31%). O maior valor constatado foi de R$ 2,89, e o menor, R$ R$ 2,38.

Os dados foram apresentado pelo Núcleo Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Londrina (Procon-LD). O órgão divulgou uma nova pesquisa de preços de combustíveis na cidade.

Os números revelam que pesquisar antes de abastecer ainda é a melhor saída para o bolso.
19/09/2017 - 12:32
Imprimir Comunicar erro mais opções
O prefeito Marcelo Belinati tentou convencer os cidadãos da necessidade de aprovação do projeto de lei que atualiza a planta de valores.

As galerias estavam lotadas com pessoas contrárias a proposta e londrinenses que concordavam com a mudança no IPTU, desde que o município utilize o aumento na arrecadação para melhorar os serviços ofertados a população.

A audiência realizada ontem, teve vários momentos tensos, mas o debate prosseguiu com o prefeito dando suas explicações.

A comunidade reclamou do tempo curto para perguntas, apenas dois minutos para cada pessoa. Além disso, os cidadãos também estranharam o grande volume de seguranças e guardas municipais, mas o presidente da mesa garantiu que a medida tinha como objetivo garantir a segurança das pessoas presentes.

O prefeito Marcelo Belinati prometeu estudar com sua equipe as propostas apresentadas pela população durante a audiência pública.
05/09/2017 - 12:25
Imprimir Comunicar erro mais opções
A abertura do "Setembro Verde" será marcada pela realização de uma exposição de fotos de pessoas transplantadas e familiares que autorizaram doações. O trabalho elaborado pela fotógrafa Ana Luisa Vazzi, será apresentado no dia 5 de setembro, no Shopping Boulevard, às 20h.

O "Setembro Verde" foi criado em Londrina pela Lei 12.175/2014, que instituiu no calendário oficial da cidade o Dia Municipal do Doador de Órgãos e Tecidos, também conhecido como o "Dia Verde", a ser celebrado, anualmente, em 27 de setembro.

O principal objetivo da campanha é conscientizar a população sobre a importância da doação de órgãos e tecidos.

A programação do "Setembro Verde 2017" foi idealizada pela 17ª Regional de Saúde, Câmara Municipal de Londrina, Prefeitura Municipal de Londrina, Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Educação e entidades da sociedade civil.

Números – De acordo com os dados divulgados pela Central de Transplantes da Secretaria de Estado da Saúde do Estado do Paraná, no período de janeiro a julho de 2017 o número de doações superou o desempenho registrado na mesma época do ano passado. Os números revelam que as doações saltaram de 196 para 288.
Os dados também apontam que o número de transplantados subiu de 352 para 484. Segundo a secretaria, a lista de espera por um transplante de órgão apresenta 1.677 pacientes cadastrados.

04/09/2017 - 12:26
Imprimir Comunicar erro mais opções
A Câmara realiza hoje, uma audiência pública para discutir o Projeto de Lei 80/2016. A matéria de autoria do vereador Rony Alves autoriza o funcionamento de "oficinas mecânicas" nas vias classificadas como Zona Comercial 6.
A audiência pública terá início às 19h.
16/08/2017 - 12:55
Imprimir Comunicar erro mais opções
Os vereadores analisam amanhã (17), em primeiro turno, o projeto que altera a Lei 12.233/2015 e cria o programa Família Acolhedora em Londrina.

A proposta prevê que qualquer pessoa pode passar por um processo de capacitação para se habilitar e receber, temporariamente, crianças e adolescentes afastados do convívio familiar por meio de medida de proteção, em função de abandono ou cujas famílias ou responsáveis encontram-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção, até que seja viabilizado o retorno do convívio com a família de origem ou, na sua impossibilidade, encaminhamento para adoção.

O projeto deve começar com 10 famílias acolhedoras, com possibilidade de receber até 25 crianças, já que algumas podem ter irmãos. As famílias receberão uma bolsa de até um salário mínimo por criança, para auxiliar nos custos dos menores acolhidos.
Carlos Oliveira
 
Carlos Oliveira é natural de Grandes Rios - PR, onde nasceu em 24 de janeiro de 1972. Começou sua carreira no rádio, em 1990, como locutor esportivo da Rádio Alvorada (Londrina). Como repórter trabalhou na antiga Rádio Norte AM e desde 1999 faz parte do departamento de jornalismo da Rádio Paiquerê AM. É setorista da Câmara de vereadores de Londrina há mais de 15 anos



Sites Sugeridos
 
ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE