22/11/17
30º/17ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Às vésperas de eleições

Avenida Champs-Élysées em Paris é fechada após tiroteio; 2 policiais e autor dos disparos morreram

Tiros de arma de fogo foram ouvidos na noite desta quinta-feira (20) na Champs-Élysées, a avenida mais célebre de Paris, capital da França.

Segundo a emissora "BFMTV", um policial teria morrido. Um segundo policial atingido por disparos na Champs-Élysées morreu, diz o jornal "Libération". O Ministério do Interior da França confirmou a morte do homem que abriu fogo na Champs-Élysées. Sua identidade ainda é desconhecida.

A região está sendo evacuada pelas forças de segurança, que pediram para a população evitar a zona, uma das mais movimentadas da capital francesa.


Reprodução
Reprodução


O episódio acontece a apenas três dias das eleições presidenciais na França e pouco mais de 24 horas depois da prisão de dois supostos terroristas que estariam planejando cometer atentados contra os candidatos.

Os suspeitos foram capturados em Marselha, onde a ultranacionalista Marine Le Pen faria um comício. Além disso, os serviços de segurança estão em alerta máximo para o risco de ataques na votação do próximo domingo (23). A França é o país da Europa que mais sofreu atentados terroristas nos últimos anos, incluindo o massacre na redação do jornal "Charlie Hebdo", que matou 12 pessoas em janeiro de 2015, e a série de ataques na capital em novembro do mesmo ano, que fez 130 vítimas.

O tiroteio na Champs-Élysées está sendo investigado pela seção antiterrorismo da Procuradoria de Paris. (ANSA)

(Atualizada às 18h20)
Ansa Brasil
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
7
Continue Lendo
PUBLICIDADE