18/10/17
32º/20ºLONDRINA
PUBLICIDADE
04/09/2017 16:41
Polêmica

Abaixo-assinado online quer barrar discussão LGBT em universidade católica de Londrina

Uma petição que circula na internet pretende impedir a realização da Semana LGBT na Pontífícia Universidade Católica (PUC) de Londrina. O evento está programado para 12, 13 e 14 de setembro deste ano. O abaixo-assinado online foi criado pelo tradutor e ensaísta Bernardo Pires Kuster. A intenção é pedir por um posicionamento oficial do arcebispo de Londrina, Dom Geremias Steinmetz, que impeça a atividade.

Em entrevista, Kuster, que se opõe à ideologia de gênero e ao aborto, contou que não é contra o evento, mas discorda do local onde será realizado. O encontro, intitulado 'Semestre da Diversidade', está programado para ocorrer no auditório que homenageia o papa João Paulo II, que morreu em 2005.

"Qualquer universidade do segmento católico deve estar alinhada com os ideais da Igreja. É totalmente incoerente esmiuçar um tema como esse em um espaço que leva o nome de um dos papas que mais defenderam a vida", pontuou o tradutor e ensaísta.


Segundo Kuster, a PUC não oferece também o mesmo espaço para discutir temas contrários à causa LGBT. "Eles vão promover palestras que nada têm a ver com a fé cristã. Nunca vi um evento contra o aborto, por exemplo". Ele acrescentou que a sensibilização junto à Arquidiocese deve ser feita de forma "educada" e que Steinmetz "ouça a voz do povo".

A ativista LGBT Melissa Campus, uma das palestrantes do evento, repudiou o abaixo-assinado online. Para a militante, "há uma tentativa de empoderamento dos espaços" e que "é um desrespeito querer barrar um evento como esse". Mel, como é conhecida, argumentou que "não há nenhuma diferente entre debater os temas propostos em uma universidade católica e em uma instituição não-confessional".

A assessoria de imprensa da PUC Londrina esclareceu, por meio de nota, que aguarda o retorno de licença médica da diretora da instituição, Nádina Aparecida Moreno, para tratar do assunto. Uma reunião foi marcada para esta terça-feira (5) para deliberar sobre a Semana LGBT.

A Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Londrina informou que aguarda a confirmação de quem organiza o evento, o Diretório Central do Estudantes (DCE) da PUC ou a própria universidade, para se posicionar sobre o tema. Na última consulta feita pela reportagem, mais de 4 mil pessoas haviam assinado a petição online.

Representantes do DCE da PUC disseram que a entidade vai se manifestar na página oficial do Facebook em breve.
Rafael Machado - Grupo Folha
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
6
Continue Lendo
PUBLICIDADE