Segunda-feira, 27 de Março de 2017
07/12/2008 00:43
Saneamento básico

Setor privado tem interesse em Londrina

Segundo o presidente do sindicato das concessionárias de água e esgoto, "todas as empresas" estão de olho no futuro do serviço na cidade

Embora em 1995 a lei federal 8.987 tenha aberto a possibilidade de privatização dos serviços de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto, a iniciativa privada pouco conseguiu penetrar neste setor nos últimos 13 anos, que ainda tem 75% do mercado controlado pelas companhias estaduais de saneamento, segundo a Associação Brasileira de Concessionárias de Serviços Públicos de Água e Esgoto (ABCON).

Um dos mercados que interessa às empresas é Londrina, cujo contrato de prestação de serviços de abastecimento e saneamento com a Sanepar expirou em 2003 e vem, desde então, sendo renovado em caráter emergencial. Até agora, ainda não se definiu como ficará o serviço, embora o prefeito Nedson Micheleti (PT) defenda claramente a renovação do contrato com a Sanepar, por meio de uma concessão direta.

O presidente da ABCON, Yves Besse, acompanha a situação da cidade e garante que "todas as empresas" têm interesse em explorar o serviço em uma cidade como Londrina. O interesse, entretanto, esbarra na questão política.


Yves afirma que no Paraná os prefeitos sofrem "uma pressão violenta da Sanepar" para manter a empresa prestando o serviço. "Não estou falando que isso é ilegal, mas sim, que isso acontece. Faz parte do jogo político. Quanto a nós, empresas privadas, resta tentarmos convencer os prefeitos de que nosso serviço pode ser melhor". Na opinião do dele, Requião "odeia a privatização" por questões ideológicas.

As empresas privadas representam hoje apenas 10% do mercado de saneamento básico. Até 2017, o setor pretende alcançar a casa dos 30%, com previsão em investimentos na ordem de R$ 20 billhões. No Paraná, apenas o município de Paranaguá tem o serviço de água e esgoto prestado pela iniciativa privada.

Leia também:
Seria um crime tal privatização, diz Nedson

Paranaguá é o único município com serviço privado

Confira um histórico sobre o saneamento básico no Brasil
Loriane Comeli - Redação Bonde
PUBLICIDADE
comentários
Abaixo, usuários do Facebook que interagiram com as notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 27/03/2017 15:15
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
Hospedado pela: