Sábado, 29 de Abril de 2017
19/04/2017 07:33
Medo

Vereadores vão discutir melhorias para segurança e onda de assaltos na Gleba Palhano

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Londrina agendou para a próxima quarta-feira (26) uma reunião com representantes das forças de segurança de Londrina. O objetivo é discutir, além de outros temas, a onda de roubos e tentativas que ocorreram na região da Gleba Palhano. Em pouco mais de uma semana, duas agências do Banco do Brasil e da Uniprime na avenida Madre Leonia Milito foram "visitadas" pelos criminosos.

Na primeira ocorrência, quatro homens disfarçados de operários tentaram entrar no banco, que fica quase na esquina com a rua João Wyclif. Houve troca de tiros entre os seguranças e os bandidos. Na última segunda-feira (17), foi a vez do Uniprime. Os criminisos abordaram dois PMs aposentados que chegavam no estabelecimento com um malote. Segundo a Polícia Militar, eles estavam com coletes à prova de bala e armas de grosso calibre.

Também houve troca de tiros com a quadrilha, mas ninguém saiu ferido. Na reunião da Comissão de Direitos Humanos, devem estar presentes o delegado-chefe da 10ª Subdivisão Policial, o secretário municipal de Defesa Social, Evaristo Kuceki, o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar, major Antônio Carlos Campos Júnior e o comandante da 4ª Companhia Independente, Marcos Facio.


O encontro estava programado para esta quarta (19), mas foi transferido por conta da apertada agenda dos convidados. Para o vereador Filipe Barros (PRB), presidente da Comissão de Direitos Humanos, a insegurança da Gleba Palhano apenas reflete a situação vivenciada "em boa parte da cidade". Segundo o parlamentar, contornar esse problema passa pela "valorização da Guarda Municipal e das polícias".

"Queremos saber quais são as principais necessidades dessas forças de segurança. Enquanto Legislativo, devemos pressionar politicamente as autoridades responsáveis para encontrar soluções." Na manhã da última terça-feira (18), o setor de Furtos e Roubos da 10ª Subdivisão Policial de Londrina apresentou dois homens suspeitos de cometerem mais de 20 assaltos em Londrina. A Polícia Civil ainda apura se a dupla teria ligação com as tentativas de roubo praticadas nos bancos da Gleba Palhano.
Rafael Machado - Redação Bonde
comentários
Abaixo, usuários do Facebook que interagiram com as notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 28/04/2017 23:15
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
Hospedado pela: