18/10/17
32º/20ºLONDRINA
PUBLICIDADE
15/08/2017 09:00
Agentes carcerários envolvidos

Gaeco prende suspeitos de facilitarem entrada de drogas e celulares na cadeia de Cambé

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço do Ministério Público especializado no combate a organizações criminosas, executa operação na manhã desta terça-feira (15) contra suspeitos de facilitarem a entrada de drogas e aparelhos celulares na Cadeia Pública de Cambé (Região Metropolitana de Londrina).

Segundo o delegado do Gaeco, Alan Flore, denúncias de que objetos não permitidos estariam entrando na carceragem da Cadeia Pública de Cambé desencadeou, em fevereiro deste ano, uma investigação que demonstrou a participação de alguns presos e seus familiares na atividade. "No curso da investigação, tivemos indicativos claros de facilitação de entrada de aparelhos celulares e até mesmo droga por agentes carcerários daquela cadeia", explica o delegado.

Com base nas investigações, foram cumpridos nesta terça sete prisões preventivas – dentre os detidos estão três agentes carcerários -, cinco conduções coercitivas e nove mandados de busca. O delegado afirma que outros mandados não foram cumpridos ainda.


Os detidos foram levados para a sede do Ministério Público, onde permanecem até que a Vara de Execuções Penais (VEP) determine para qual unidade sejam encaminhados.

(Atualizado às 11:38)
Redação Bonde
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
6
Continue Lendo
PUBLICIDADE