16/12/17
33º/21ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Na madrugada

Homem morre baleado ao invadir plantão e avançar contra policial civil

Um homem de 46 anos morreu na madrugada deste sábado (15), após invadir a seção de plantão da 10ª Subdivisão Policial (SDP) de Londrina. Segundo a Polícia Civil, Rogério Teixeira estourou duas portas de vidro da repartição pública e seguiu avançando em direção ao agente. Segundo o delegado-chefe da Polícia Civil, Osmir Ferreira Neves, apenas um policial estava no recinto no momento.

Ainda de acordo com Neves, o suspeito não obedeceu às ordens de parada do plantonista. O policial, então, teria atirado contra a parede duas vezes para assustar o invasor, mas o suspeito continuou investindo contra o policial, arrombando outras duas portas.

Na reação, o policial atirou contra o invasor, mas, segundo Neves, nem mesmo isso parou Teixeira. "O rapaz seguiu o policial para o interior da delegacia, sendo necessário que o plantonista buscasse um abrigo para solicitar apoio", relata o advogado. Neste momento, o rapaz caiu no chão e morreu. Peritos encontraram uma porção de cocaína na roupa do invasor e a suspeita é que ele passasse por "confusão mental".


Confira trecho da coletiva desta manhã



O delegado afirma que, apesar de os plantões serem sempre supridos por equipes de policiais civis, no momento do ocorrido apenas um estava na repartição, enquanto os outros atendiam ocorrências externas. O agente foi afastado das funções e um inquérito policial será instaurado para levantar todas as informações.

A porta do plantão policial permanece aberta até as 22 horas, todos os dias. Depois deste horário, ela é trancada e o atendimento é feito por triagem por meio de um interfone - ou seja, pelo horário da ocorrência, a porta foi quebrada a chutes e socos porque estava trancada.

(Com informações de Viviani Costa, da Folha de Londrina, e de Rafael Machado, do Bonde)
Redação Bonde
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
6
Continue Lendo
PUBLICIDADE