18/08/17
25º/15ºLONDRINA
27/09/2011 11:15
Ubiratã

MP-PR propõe ação contra prefeito por improbidade

O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria Justiça de Proteção ao Patrimônio Público de Ubiratã, no Noroeste do Estado, apresentou ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito da cidade, Fábio de Oliveira D’Alécio, o secretário municipal de Administração Neri Wanderlind e seu filho, Vitor Mayer Wanderlind, e o responsável pelo setor de Licitações do Município, Rubem Pedro do Amaral.

O MP-PR sustenta que o secretário agiu irregularmente, pois ocupa função como servidor público e constituiu uma empresa com o filho como sócio (à época o rapaz ainda era adolescente). Esta empresa participou de diversas licitações promovidas pela prefeitura, tendo sido vencedora de procedimentos licitatórios no total de R$ 129.827,00 em verbas públicas. A Promotoria requer, liminarmente, o afastamento de Neri do cargo.

Além da ação por improbidade, o MP-PR propôs denúncia criminal contra o secretário e o filho (autos nº 2011/309-6), com encaminhamento de cópia dos documentos à Procuradoria-Geral de Justiça, para que seja apurada a responsabilidade penal do prefeito no caso. Uma condenação por improbidade pode levar a sanções como a perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, devolução dos valores gastos indevidamente ao erário e pagamento de multa.


O responsável pela ação é o promotor de Justiça Marcelo Alessandro da Silva Gobbato, que teve como base inquérito civil público iniciado pela promotora de Justiça Elaine Munhoz Gonçalves Rodrigues
Redação Bonde
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
Hospedado pela: