18/08/17
25º/15ºLONDRINA
03/09/2015 14:10
"Pixuleco"

Símbolo anti-PT, boneco inflável do Lula virá a Londrina

Símbolo dos movimentos contrários ao governo federal e ao Partido dos Trabalhadores (PT), o boneco inflável com a figura do ex-presidente Lula vestido de presidiário, o popular "Pixuleco", virá a Londrina em outubro deste ano. A informação foi confirmada ao Portal Bonde pela dona da figura gigante, a hoteleira Celene Salomão de Carvalho, de 50 anos, membro do Movimento Brasil.

Segundo ela, a agenda do boneco está repleta de compromissos Brasil afora. "Vamos levá-lo a cidades do Norte e do Nordeste na semana que vem, aproveitando o feriado de 7 de setembro. O 'Pixuleco' deverá ficar por lá por uns 20 dias, depois virá a Londrina e outras cidades do Sul. Ainda não temos uma data marcada", afirma Celene. De acordo com ela, o dia da vinda do boneco deverá ser definido nas próximas semanas, após novas tratativas com os movimentos que a convidaram a vir a Londrina. "É necessário que eles se unam para criar um protesto ou outra situação, dentro das bandeiras que defendemos, para utilizá-lo", diz.

Paulo Lisboa/Estadão Conteúdo
Paulo Lisboa/Estadão Conteúdo


Ontem, quarta-feira (2), o boneco foi inflado em frente à sede da Polícia Federal em Curitiba, núcleo da Operação Lava Jato, que investiga esquemas de propinas e desvios na Petrobras. Nenhum incidente foi registrado.

Celene explica que a estrutura necessária para o "Pixuleco" é sempre providenciada pelos movimentos das cidades. "Conseguimos fazê-lo na base da vaquinha, mas como eu estou com uma disponibilidade de tempo maior, represento o grupo viajando e levando o boneco. O pessoal das cidades que visito precisa pagar gasolina, hotel e alimentação para que eu me desloque. Além disso, eles também precisam conseguir os ofícios de liberação, o gerador e, se for o caso, os gradis de proteção", detalha. São necessários pelo menos seis homens para segurar o boneco de 12 metros e custo aproximado de R$ 12 mil enquanto ele é inflado.

A hoteleira afirma que a ideia de confeccionar o boneco surgiu em Maceió (AL) com o propósito de levá-lo a todo o país. "Além de utilizá-lo para protestar, aproveitamos para colher assinaturas para o abaixo-assinado do projeto de Lei que pretende implantar 10 medidas conta a corrupção."

Na última sexta-feira (28), o "Pixuleco" foi inflado em frente à Prefeitura de São Paulo. Durante a mobilização, uma mulher furou o boneco e foi detida por guardas municipais.
Redação Bonde
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
Hospedado pela: