20/09/17
30º/17ºLONDRINA
PUBLICIDADE
20/03/2017 15:05
Em forma documental

Campanha quer criar conscientização do homem com o ambiente

Provocar uma discussão sobre nossos hábitos cotidianos e enfatizar a importância de tomarmos atitudes urgentes para reverter o aquecimento global. Este é o objetivo da Hora do Planeta 2017, promovida pelo WWF-Brasil, desde 2007 e que incentiva a população mundial a apagar as luzes durante uma hora e repensar seu estilo de vida e os impactos ambientais causados pelo homem. Chamada de A Hora é Agora!, a campanha entra em vigor.

Para gravar a série de vídeos, o WWF-Brasil e a Cape Produtora reuniram quinze pessoas de diferentes perfis – de jovens com 18 anos a senhores com mais de 60 - com o objetivo de propor um debate sobre a relação do homem com o ambiente que o cerca e estimular que o assunto seja difundido em proporções globais.

Todos sabiam que era uma campanha para o WWF, mas imaginaram que só iriam posar para a câmera. Desta forma, os produtores garantiram que as respostas fossem as mais espontâneas e sinceras possíveis. Sem qualquer preparação prévia, ao chegar no estúdio o elenco era convidado a responder – primeiro individualmente e em seguida em grupo – uma série de questões a respeito de aquecimento global, preocupação com o tema e seus hábitos diários.


A veiculação será feita em ambiente digital, primeiramente nas redes sociais do WWF-Brasil e da Hora do Planeta, podendo ser estendida aos cinemas. A campanha contou ainda com a co-criação da organização e roteiro de Laura Zamboni, roteirista da agência produtora. Além do vídeo principal, o material deve ganhar versões em Mini Docs, divididos por temas, para focar em partes mais profundas da discussão.

Segundo Maringoni, ao longo das entrevistas foi possível identificar um despertar de consciência, aumento do interesse sobre o assunto e até mudanças de opiniões. "A ideia em nenhum momento era rotular ou julgar o conhecimento e a preocupação de cada um, mas, sim, fazer com que todos que assistam se identifiquem com algum perfil presente nos entrevistados. Na nossa percepção, os personagens foram surpreendidos positivamente com a discussão e saíram com uma pulga atrás da orelha.".

Para o diretor-executivo da ONG, Maurício Voivodic, o objetivo do vídeo é levantar a reflexão sobre temas que costumam passar desapercebidos, como a preocupação com o meio ambiente. De acordo com ele, normalmente estes assuntos só são levantados em momentos de crise, como a falta d’água que atingiu São Paulo há alguns anos e hoje assola o Distrito Federal. "Infelizmente, hoje quem fala sobre questões ambientais logo é taxado de radical ou ecochato", comenta Voivodic. "Precisamos quebrar este estigma e incentivar que as pessoas se preocupem e falem a respeito destes assuntos de forma constante. Este é o primeiro passo para conseguirmos uma mudança de comportamento em massa, com benefícios para o ser humano e para o planeta".
Redação Bonde com Assessoria de imprensa
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
6
Continue Lendo
PUBLICIDADE