23/08/17
27º/15ºLONDRINA
PUBLICIDADE
11/10/2016 08:00
Troca de experiências

Quando vale a pena trazer líderes de fora para conversar com seus gestores

Sua empresa passa por um momento difícil, precisa promover grandes mudanças e seus líderes estão com dificuldades para operacionalizá-las ou resistentes à transição? Talvez seja um bom momento para trazer alguém de fora que seja capaz de tirar as principais dúvidas dos gestores, compartilhar experiências e, se necessário, tranquilizá-los sobre o processo.

Calma, você não precisa promover um treinamento de oito horas para seus líderes sobre o assunto. Programe um encontro de uma manhã ou até menos. É importante deixar claro às lideranças que o gestor convidado não virá para oferecer as soluções de todos os problemas, apenas mostrar que a organização para a qual ele trabalha já passou por mudanças parecidas, enfrentou as mesmas ou ainda mais dificuldades, e conseguiu superá-las.

Vamos imaginar, por exemplo, que a sua empresa está trocando o sistema informatizado de gestão e os líderes têm relutado em aceitar o novo modelo. Ao ouvirem alguém de fora, que conhece o software e atravessou os mesmos obstáculos na implantação, com certeza ficarão menos resistentes.


Por outro lado, já pensou o quão enriquecedor seria convidar alguém para contar tudo o que deu errado no processo de mudança? Não é tarefa fácil encontrar um líder que se disponha a confessar todos os seus erros e decisões mal tomadas, mas se você conseguir, valerá muito a pena. Muitas vezes, o melhor aprendizado vem de um insucesso e é importante que seus líderes aprendam a escutar, também, aqueles que fracassaram.

Veja alguns cuidados que a sua organização deve tomar na hora de convidar e trazer uma liderança de fora para falar com seus gestores:

Escolha a pessoa certa

Antes de definir o convidado, tenha em mente o problema que sua empresa enfrenta e precisa resolver. Busque no mercado um profissional que tenha vivenciado algo parecido, alguém que protagonizou a mesma mudança, e que possa compartilhar a experiência com os líderes.

É muito importante que a empresa tenha um bom relacionamento com o convidado e a companhia em que ele trabalha. Também é recomendável que esse gestor atue no mesmo segmento da sua organização e enfrente uma realidade parecida com a de vocês, caso contrário, seus líderes vão achar que o que ele disser não se aplicará na rotina de trabalho deles.

Procure um líder respeitado, conhecido e admirado pelos seus gestores. Alguém que seja referência no mercado e realmente capaz de influenciá-los.

Combine o formato do bate-papo com o convidado

Decidido o convidado, o segundo passo é sentar-se com ele e definir como será esse bate-papo. Diga claramente ao profissional o que espera da conversa com os líderes. Peça para que ele comece o encontro contando um pouco da história e trajetória pessoal e profissional, e também sobre a empresa onde atua.

Diga que ele está livre para ser informal e divertido, contar histórias que enriqueçam o aprendizado e preparem o ânimo dos seus gestores para as mudanças que a empresa considera necessárias.

Estabeleça com ele um formato de apresentação. Vai ser uma palestra ou mesa-redonda? No caso de um bate-papo com mais de um profissional, convide um consultor empresarial para mediar a conversa e a transferência de aprendizado. Ele pode exercer o papel de "entrevistador" e ajudar os participantes a relacionarem o que está sendo dito com a realidade que vivenciam hoje na empresa.

E não se esqueça de reservar um espaço para perguntas. É essa participação efetiva dos líderes que vai caracterizar o encontro como parte do Programa de Desenvolvimento de Lideranças.

Explique aos seus líderes o que espera do encontro

É importante que você deixe claro aos seus gestores que não está trazendo uma liderança de fora para apresentar as soluções de todos os problemas deles, ou passar uma receita pronta do que devem fazer diante do atual cenário de mudanças.

Diga claramente que a intenção não é reproduzir exatamente o que o outro fez, mas abrir os olhos para o futuro e perceber que mudanças, apesar de causarem transtornos, são essenciais para o crescimento das lideranças e da organização.

Troca é positiva

Se as empresas soubessem o quanto essa troca de experiências é valiosa investiriam mais em bate-papos com gestores de fora. Temos a certeza de que seus líderes ficarão satisfeitos com esse tipo de encontro e mais tranquilos para implantarem as mudanças necessárias na sua organização.

Quantas vezes este ano você trouxe alguém de fora da empresa para conversar com seus líderes?
Equipe Caput
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
6
Continue Lendo
PUBLICIDADE