14/12/17
33º/17ºLONDRINA
PUBLICIDADE

Nova Veneza: um pedacinho da Itália em território brasileiro que encanta turistas

Referência em gastronomia italiana, Nova Veneza (SC) tem a cultura fortemente ligada à xará europeia e encanta os visitantes também pela arquitetura, música e danças folclóricas, além do casario tipicamente italiano do centro da cidade.

Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram


Entre os atrativos históricos, culturais e religiosos mais visitados estão as casas de pedra, construídas no ano de fundação da colônia (1891) e tombadas como patrimônio histórico nacional; o Museu do Imigrante; o Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio; a Roda D`água e a Gondola Veneziana, importada da Itália e um dos quatro exemplares em uso fora do país europeu.


Reprodução/Cris Freitas/Pref. N. Veneza
Reprodução/Cris Freitas/Pref. N. Veneza


A pequena cidade preserva outra herança: o dialeto vêneto. Além dele, quase todos os 14 mil habitantes falam o italiano, que é ensinado nas escolas. Com uma bela paisagem e muitos atrativos naturais, Nova Veneza está rodeada de montanhas da Serra Geral catarinense. Rios cristalinos correm entre montanhas de matas nativas. No Aguaí Santuário Ecológico o turista percorre trilhas e aventura-se na descida de rapel e tirolesa.

Entre as cachoeiras, a da Vila Maria está situada nas escarpas de um vale com cerca de 100 metros de altura. A água despenca outros 100 metros de um paredão e forma uma bela cascata. Outras opções de banho são as cachoeiras do Cantão, Coral e Três Quedas. A paisagem da Serra Geral também pode ser apreciada durante o Caminho da Via-Crucis com 14 capelinhas. O percurso de 2 km começa na Igreja São Marcos e continua na zona rural. Já a Via do Imigrante, antiga estrada rural que liga Nova Veneza ao Distrito de Caravaggio, pode ser percorrida de carro, bicicleta ou a pé, passando por paisagens rurais e matas nativas. O percurso tem 2,6 km.

Reprodução/Dilton Pacheco/Pref. N Veneza
Reprodução/Dilton Pacheco/Pref. N Veneza


O artesanato de Nova Veneza, também se inspira na Veneza italiana e prioriza, como lembrança, as máscaras da principal festa local, o Carnevale di Venezia, que acontece sempre na segunda quinzena de junho. Os trajes e máscaras para participar do desfile também são comercializados ou alugados. Foliões mascarados e figurinos especiais reproduzem os nobres europeus de antigamente. A programação inclui shows locais e regionais, grupos folclóricos e de dança.

O evento coincide com a Festa da Gastronomia Típica Italiana. Em cinco dias, a cidade recebe cerca de 50 mil visitantes. A comida típica dos colonos italianos é a principal motivação para o turista visitar Nova Veneza. Um banquete com massas caseiras, polenta, fortaia e vinho.

A cidade é reconhecida como o principal polo gastronômico do sul de Santa Catarina. As cantinas servem pratos que se baseiam no macarrão rústico, carnes e galinhas ensopadas, saladas de batatas com ovos, saladas de "radicio" e tantos outros encontrados nos restaurantes e "cafés coloniais".

Enoturismo

Em Nova Veneza, o turista também poderá visitar vinícolas e conhecer o processo de cultivo das uvas e de produção do vinho, além de provar os vinhos coloniais, sucos de uva e grapa (aguardente italiana). Também é possível degustar outros produtos típicos da colônia como geleias, polenta, puína (queijo pré-fermentado), queijos coloniais, pães caseiros e salames.
Ministério do Turismo
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
6
Continue Lendo
PUBLICIDADE