23/08/17
27º/15ºLONDRINA
PUBLICIDADE
15/10/2014 12:26
Para brincar e contemplar

Paraná tem rios e cachoeiras deslumbrantes; programe sua viagem e fuja do calor!

O primavera ainda não acabou, mas com o tempo seco e os dias cada vez mais quentes, os fins de semana dentro de casa podem se tornar sufocantes. E para espantar o calor, nada melhor do que um rio, de preferência com cachoeiras. Seja para nadar, se refrescar ou curtir esportes de aventura, como rappel ou boiacross, os rios são sempre um convite à diversão e ao relaxamento.

Quem mora em Londrina já deve estar se lamentando porque os rios e cachoeiras da região normalmente têm águas barrentas, graças às características da terra vermelha da região. Mas, se você curte a natureza e está disposto a rodar um pouco mais para chegar ao destino perfeito, não perca tempo. Diversas regiões do Paraná estão repletas de cachoeiras, saltos e belas paisagens. No Estado se localizam inclusive duas das maiores cachoeiras do Brasil: o Salto São Francisco, em Prudentópolis, e a Garganta do Diabo, uma queda com com mais de 70 metros e um grande fluxo de água, que faz parte das Cataratas do Iguaçu.

E aí, ficou animado? Comece hoje mesmo a programar seu próximo fim de semana e deixe o calor dentro de casa. Confira a seguir algumas opções de destinos no Paraná que podem render passeios refrescantes e inesquecíveis!


Divulgação
Divulgação - Salto São Francisco
Salto São Francisco


Salto São Francisco (Prudentópolis/Guarapuava) - Maior queda d'água do sul do Brasil, o Salto São Francisco atinge uma altura de 196 metros, criando um panorama incrível. Este salto fica na divisa entre Guarapuava e Prudentópolis, cidade conhecida como a terra das cachoeiras gigantes. Para conseguir a melhor vista da cachoeira os turistas precisam chegar ao Parque Municipal São Francisco de Esperança e andar pelas trilhas que conduzem até o local. A queda se encontra no centro de um belíssimo canyon, coberto de vegetação e imponentes pinheiros araucária. Prudentópolis tem mais de 100 cachoeiras catalogadas, sendo que várias possuem mais de cem metros de altura. A região é propícia para contemplar a natureza, praticar turismo de aventura e relaxar, além de possuir toda infraestrutura para receber os visitantes. O Santo São Francisco fica no Centro-Sul do Estado, a 340 km de Londrina.

Trilha das Cachoeiras (Sengés) - Contemplada por riquezas naturais belíssimas, Sengés oferece aos turistas rios, riachos, corredeiras, cascatas e belas quedas d'águas de águas límpidas, que formam lagos e represas. Cannyons, vales, grutas e florestas completam a paisagem. Na região está a Trilha das Cachoeiras, com quedas muitas apropriadas para banho e outras para a prática de rappel.

Divulgação
Divulgação - Cachoeira dos Veadinhos
Cachoeira dos Veadinhos


A trilha tem 14 quilômetros e inclui cachoeiras que vão pontuando o rio Lajeado Grande: Cachoeira da Cabeceira (com 35 metros de altura), Cachoeira do Postinho, Cachoeira dos Veadinhos, Cachoeira dos Bugres (20 metros de altura), Cachoeira do Lajeadão (20 metros) - com uma interminável quantidade de piscinas naturais, e finalmente a Cascata do Poço Fundo, trecho final desta inesquecível caminhada "hídrica". Localizada ao Nordeste do Paraná, no Vale do Itararé, Sengés fica a cerca de três horas de Londrina (260 km).

Divulgação
Divulgação - Cachoeira do Corisco
Cachoeira do Corisco


Cachoeira do Corisco - Também em Sengés, quase na desembocadura do rio Capivari sobre o rio Itararé, está a Cachoeira do Corisco com aproximadamente 98 metros. A queda fica no final do Canyon Bonsucesso e oferece um bonito espetáculo ao precipitar suas águas cristalinas sobre um lajeado escuro, proporcionando um contraste surpreendente. Localiza-se à 12 km da PR-239.

Divulgação
Divulgação - Estância Barão do Rio Branco
Estância Barão do Rio Branco


Salto das orquídeas (Sapopema) - Localizada a 121 km de Londrina, o Salto das Orquídeas faz parte do rio Lageado Liso, que ainda tem outras lindas quedas d'água. O salto é de fácil acesso, devido ao calçamento de pedras irregulares, e muito frequentado no verão. Fica a 4 km do centro de Sapopena, no Norte Pioneiro.

Cachoeiras de Tamarana - A cidade de Tamarana (62 km ao Sul de Londrina), abriga belezas naturais que muitos norte-paranaenses desconhecem, ou nem mesmo imaginam. Nesta rota está a Estância Barão do Rio Branco, uma propriedade de 20 alqueires com muita sombra e água fresca. O local possui quatro quedas d'água, sendo que duas formam cachoeiras com até 40 metros de altura, ideal para quem curte escalada e rapel. A mata é nativa tem espécies de pinus, gabiroba, angico e ipês roxos e amarelos. A Barão do Rio Branco fica aproximadamente a 26 km de Tamarana.

Divulgação
Divulgação - Estância Cachoeira
Estância Cachoeira


Ainda em Tamarana (a 2 km do centro, no KM 58 da Estrada do Candiró), está a Estância Cachoeira, um local perfeito para passar o dia ou o fim de semana em contato com a natureza. O lugar oferece diversas atrações, com destaque para as lindas cachoeiras nas corredeiras no rio Apucaraninha, com uma ponte pênsil de 70 metros para atravessá-lo de um lado a outro e mirante no meio do rio. Isso sem falar da mata virgem, mina d-água, bosque de araucárias, represa, auditório ao ar livre e roda d-água, que encantam os visitantes.

Cachoeiras de Faxinal - A natureza foi generosa com o município de Faxinal, localizado a 100 quilômetros de Londrina. De relevo acidentado e recursos hídricos abundantes, a cidade concentra dezenas de cachoeiras que a tornam ideal para o turismo de aventura ou a simples contemplação das paisagens formadas por rios, quedas d'água e mata nativa que deixam o clima sempre ameno e agradável.

O município tem 68 cachoeiras catalogadas. As quedas mais abruptas - que ultrapassam os cem metros de altura - favorecem a prática de esportes radicais como o rapel. Já as cachoeiras mais delicadas conferem aos rios as características ideais para a prática do boia-cross. Alguns desses locais são também adequadoss para divertidos banhos em águas límpidas e geladas.

As principais cachoeiras da região são:

Divulgação
Divulgação - Cachoeira Três Bocas
Cachoeira Três Bocas


Cachoeira Três Barras - Possui uma escada natural de rochas, coberta pelas águas, que torna o local adequado para o lazer.

Véu de Noiva - Cachoeira cujas águas descem dispersas pelas rochas, como um véu entre a vegetação. Em áreas próximas há outras três cachoeiras.

Chicão I - A seis quilômetros do centro da cidade, a queda com 25 metros de altura possui em sua base uma piscina natural.

Divulgação
Divulgação - Chicão II
Chicão II


Chicão II - Com 58 metros de altura em queda d'água livre, possui na base uma piscina natural e uma caverna feita com o curso das águas.

Porta do Céu - Localizada no meio do canyon de mesmo nome, é de difícil acesso. Na base há uma caverna.

Pedreira - Com 15 metros, essa cachoeira sofreu um desvio de percurso por causa de uma pedreira extinta no Rio São Pedro. No patamar, rochas servem de trampolim aos banhistas.

Gotas de Cristal - Suas águas cristalinas permitem uma excelente hidromassagem natural.

Cachoeira São Bento - Possui uma piscina natural logo abaixo da queda.

Vila Nova - Fica a aproximadamente dois quilômetros da cidade. No caminho há uma figueira centenária que precisa de 17 pessoas para ser abraçada.

Cachoeira Barreirinho - Fica a seis quilômetros da cidade, com local para nadar logo abaixo da queda.

Cachoeiras de Tibagi - Localizada a 215 km de Londrina, Tibagi já foi eleita a "Melhor Cidadezinha do Brasil", e não é para menos. Na região, destacam-se como atrativos naturais o Parque Estadual do Guartelá, com seu fantástico Canyon Guartelá (6º maior do mundo), o Rio Oiapó, cachoeiras e insunuantes formações rochosas. Percorrendo as várias trilhas do parque, pode-se descobrir inúmeras belezas, como a Cachoeira da Ponte de Pedra, com queda cerca de 180 metros.

Reprodução
Reprodução - Salto Santa Rosa
Salto Santa Rosa


Salto Santa Rosa - Com mais de 80 metros de altura, o Salto Santa Rosa é nasce das águas do rio com o mesmo nome e forma uma piscina natural. No local - que fica a 18 km do centro de Tibagi - está instalada a Pousada Salto Santa Rosa, totalmente estruturada para receber turistas.

Reprodução
Reprodução - Cachoeira Puxa Nervos
Cachoeira Puxa Nervos


Salto Puxa-Nervos - Das águas do arroio Puxa Nervos, vizinho do Santa Rosa, dá-se origem a uma cachoeira e um salto de aproximadamente 60 metros de desnível. O salto Puxa Nervos forma em seu leito várias piscinas naturais com belíssimas cachoeiras menores. A área é de propriedade particular e paga-se uma taxa para visitação e estadia.

Recanto Ecológico da Dora - Propriedade particular que abriga inúmeras quedas d'água, excelentes para banho. O local é cortado pelo Arroio do Pedregulho, o mesmo que forma a cachoeira da Ponte de Pedra no Parque Estadual do Guartelá. Em seu leito formam-se inúmeros lagos e cachoeiras de águas cristalinas. Um verdadeiro espetáculo promovido pela natureza, pelo qual é impossível não se impressionar.


Redação Bonde
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
6
Continue Lendo
PUBLICIDADE