Quarta-feira, 26 de Abril de 2017
20/04/2017 17:41
Feliz dia, Brasília!

Brasília: os 57 anos da capital de todos os brasileiros

O feriado prolongado do herói civil nacional, Tiradentes, coincide com a data de aniversário de Brasília, inaugurada em 21 de abril de 1960 pelo então presidente Juscelino Kubitschek. As apresentações gratuitas de Elba Ramalho (21), Raça Negra (22) e da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro (23), na Torre de TV; e de Renato Teixeira, na Praça dos Três Poderes, também no domingo (23), marcam os 57 anos da capital do Brasil.

A festa de aniversário inclui filmes, espetáculos infantis, apresentações itinerantes e ações educativas com o tema Cultura, Patrimônio e Identidade, em uma referência ao reconhecimento do Plano Piloto como Patrimônio da Humanidade pela Unesco, em 1987, e dos 60 anos do concurso que escolheu o projeto da nova capital, de autoria de Lúcio Costa, em 1957.

Reprodução/Embratur
Reprodução/Embratur


Brasília foi o primeiro conjunto arquitetônico construído no século XX a ser tombado pelas Nações Unidas. O Plano Piloto, pela sintonia entre o projeto urbanístico de Lucio Costa e a arquitetura de Oscar Niemeyer, é considerado uma das maiores realizações culturais do século passado. A construção da nova capital ainda cumpriu a missão de promover a integração e interiorizar o desenvolvimento do Brasil. A obra começou com 2,5 mil operários e atraiu, em três anos de construção, uma população estimada em 80 mil "candangos" - trabalhadores de todas as regiões do Brasil. Atualmente, o Distrito Federal tem 2,97 milhões de habitantes, a 3ª maior população do Brasil.

Reprodução/Embratur
Reprodução/Embratur


Anualmente, mais de um milhão de turistas visitam Brasília atraídos pela arquitetura e o turismo cívico. A imagem mais marcante, para quem observa a cidade do alto da Torre de TV, é a do cruzamento entre os eixos Monumental e Rodoviário, que definem o traçado urbano da capital. Do Leste para o Oeste, destacam-se a Praça dos Três Poderes, com os palácios do Congresso Nacional, do Planalto e do Supremo Tribunal Federal; e a Esplanada dos Ministérios, onde se sobressaem os palácios da Justiça e do Itamarati. No eixo Rodoviário ficam as quadras residenciais das Asas Norte e Sul, as quadras comercias e serviços setorizados como hotéis, bancos, igrejas e hospitais.

Além dos palácios e prédios públicos, diversos atrativos como pontes, jardins, painéis e esculturas, revelam a arquitetura e a arte das últimas seis décadas marcadas pelo modernismo da capital federal. A Catedral Metropolitana, o Conjunto Cultural da República (teatro, museu e biblioteca), a Torre de TV, o Memorial JK e o Palácio da Alvorada, entre outros monumentos, também impactam pela integração entre o urbanismo, a arquitetura e a as artes plásticas.

É possível, ainda, se encantar pelo paisagismo de Burle Marx que embeleza, entre outros espaços, os jardins do Itamarati, do Setor Militar Urbano e da 308 Sul. O acervo arquitetônico, urbanístico e paisagístico, além de grande beleza e singularidade, dá a capital da República a característica de uma cidade-parque, densamente arborizada e emoldurada pelo Lago Paranoá, principal área de lazer, assim como o Parque Sarah Kubitschek.

Reprodução/Embratur
Reprodução/Embratur


Natureza e espiritualidade
A exuberância do Cerrado e a localização da cidade a mais de mil metros de altura, no Planalto Central, fazem de Brasília um destino de ecoturismo e aventura com dezenas de atrativos naturais tanto no Distrito Federal quanto no seu entorno. As comunidades espirituais e templos religiosos também se destacam entre os atrativos para os visitantes.
Ministério do Turismo
comentários
Abaixo, usuários do Facebook que interagiram com as notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 26/04/2017 10:15
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
Hospedado pela: