Pesquisar

Canais

Serviços

Divulgação/Polícia Rodoviária Federal
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Proteja os pequenos

Por uso de cadeirinha, criança de um ano sai ilesa de acidente em Campo Mourão

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
21 out 2021 às 11:39
Continua depois da publicidade

A cadeirinha de segurança permitiu que uma criança de um ano saísse ilesa de um grave acidente na manhã desta quinta-feira (21) em Campo Mourão. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Segundo informações repassadas pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), pai, mãe e um bebê de um ano de idade ocupavam um Chevrolet Corsa, que teve a banda de rodagem dos pneus solta e veio a capotar. O veículo seguia sentido Campo Mourão (Centro-Oeste) a Cascavel.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


A mãe da criança ficou presa nas ferragens, sendo levada com ferimentos por avião ao atendimento hospitalar. De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), foi o uso correto da cadeirinha que, do acidente, fez a criança nada sofrer. O pai também não ficou ferido.


Já em outro acidente, este em Marialva (Região Metropolitana de Maringá), na noite desta quarta (20), uma criança de quatro anos não usava o dispositivo e foi ejetada do automóvel durante colisão contra um barranco, seguida de um capotamento.


Durante o atendimento do acidente, não foi encontrada a presença da cadeirinha no carro. Tanto a mãe quanto a criança foram lançadas do veículo e socorridos em estado grave para hospitais da região. 

Continua depois da publicidade


O motorista, que usava o cinto, sofreu lesões leves.


Segurança


Esse dispositivo de retenção é obrigatório e imprescindível para a segurança das crianças, alerta a PRF. Seu uso correto, de acordo com o manual do instruções, deve ser observado na íntegra para não colocar em risco a vida de crianças das mais tenras idades. 


E não importa se o carro é novo ou antigo. Tendo cinto de segurança e este equipamento, estando em condições de uso, é possível ancorar o dispositivo de retenção com segurança.


Só em 2020, nas rodovias federais paranaenses, a PRF autuou 1.586 motoristas pela falta ou uso em desacordo desse dispositivo de retenção. 


Em 2021, até o momento, 1.011 multas já foram registradas.


Em 2020, a PRF autuou 10.546 motoristas que não usavam o cinto e 4.792 multas de passageiro sem cinto foram registradas. Em 2021, foram efetuadas 8.375 multas de condutores sem o cinto de segurança e 3.581 para passageiros sem o dispositivo de retenção.


A polícia divulgou imagens pós-acidente em Campo Mourão. Veja:








Continue lendo