Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/ Facebook Citroën
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Utilitário esportivo

Citroen aposta em C3 compacto para 2022

Eduardo Sodré/Folhapress
22 set 2021 às 11:50
Continua depois da publicidade

A Citroën retorna ao mercado de carros compactos no Brasil com o novo C3. O modelo apresentado na última quinta-feira (16) assume o estilo de utilitário esportivo e chegará às lojas no primeiro trimestre de 2022. A produção será em Porto Real (RJ).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Segundo Vanessa Castanho, responsável pela marca Citroën na América do Sul, clientes que viram o carro em eventos fechados o definiram como um SUV, mas a proposta não é essa. O carro será posicionado como um hatch, embora tenha desenho diferente da versão à venda na Europa.

Continua depois da publicidade


A montadora francesa, que faz parte do grupo Stellantis, espera colocar o lançamento entre os automóveis mais vendidos da América do Sul, retomando o espaço perdido na última década. O compacto também será produzido na Índia.


As primeiras imagens mostram o alinhamento do carro com os demais modelos Citroën apresentados a partir de 2019.

Continua depois da publicidade


O sistema de iluminação segue o estilo atual da marca, com luzes diurnas e faróis divididos em blocos.


O teto alto e a posição das caixas de rodas do novo C3 foram pensadas para aumentar o espaço interno.

Segundo a Citroën, a posição de dirigir elevada e a maior distância do solo se adequam ao gosto dos consumidores brasileiros.


Vincos se destacam nos para-lamas dianteiros e na lateral traseira. A pintura pode ter dois tons, além de detalhes em preto.


O porta-malas tem capacidade para 300 litros.


O interior é típico dos carros da montadora francesa, com a possibilidade de combinar as cores dos revestimentos com os tons da carroceria.


A central multimídia posicionada no topo do painel tem tela de 10 polegadas e é conectada sem fio. O smartphone permite ser colocado no console central.


As opções de motorização ainda não foram divulgadas, mas o novo C3 deverá ter versões 1.0 (aspirada e turbo) e também 1.6 16v, com opção de câmbio automático. Todas serão flex.


O estilo respeita a história da marca Citroën, que sempre apresentou soluções e desenhos mais ousados. "O carro é diferente, se sobressai diante de todos os que fazemos", diz Antonio Filosa, presidente do grupo Stellantis na América do Sul. "A Citroën tem uma personalidade claríssima."


É esperado um posicionamento de preços próximo ao de outro carro do grupo Stellantis, o Fiat Argo, que, em São Paulo, custa entre R$ 69 mil e R$ 98 mil.


O novo C3 é o primeiro modelo de uma família que dará origem a outros dois carros, que ainda não têm data de lançamento. 

Continue lendo