03/08/21
PUBLICIDADE
Uma unidade no PR

Com vendas em alta, três montadoras paralisam produção por falta de peças

Pixabay
Pixabay


A venda de veículos leves e pesados em maio teve alta de 7,3% na comparação com abril, com base no Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores).

O mês terminou com 188,7 mil unidades emplacadas, incluindo carros de passeio, veículos comerciais leves, ônibus e caminhões.

Na comparação com maio de 2020 - período em que houve fechamento de lojas devido à pandemia de Covid-19 e dificuldade para registrar carros novos-, o crescimento foi de 203%.

No acumulado do ano, há alta de 31,9% no licenciamento de automóveis zero-quilômetro.

A média diária ficou em 8.986 emplacamentos no último mês, número que vem se mantendo estável. O resultado poderia ser melhor caso problemas com fornecimento de peças, principalmente semicondutores, já estivessem resolvidos.

Após seguidas paradas entre março e abril, novas interrupções ocorrerão em junho, de acordo com o cronograma das montadoras.

A General Motors vai paralisar a produção em São Caetano do Sul (Grande São Paulo) por seis semanas a partir do dia 21. Em nota, a montadora afirma que a fábrica começará a ser preparada para receber sua nova picape, mas também há problemas com a falta de componentes.

"Considerando a dinâmica da pandemia e os impactos na cadeia de suprimentos, estabelecemos junto com o sindicato medidas com o objetivo de manter empregos", comunica a empresa.

A unidade de Gravataí (RS), onde é produzido o compacto Onix, segue com as linhas de produção paradas. O retorno deve ocorrer entre o fim de julho e o início de agosto.

A Nissan também vai interromper as atividades em Resende (RJ) por falta de componentes durante parte do mês de junho. As datas ainda estão sendo definidas.

A montadora de origem japonesa já havia paralisado a produção entre os dias 25 de março e 9 de abril. O motivo alegado naquele período foi o agravamento da pandemia de Covid-19.

A escassez de semicondutores fará a Volkswagen interromper por 10 dias as linhas de montagem nas unidades de Taubaté (interior de SP) e São José dos Pinhais (PR). A parada terá início no dia 10 deste mês.

"Até hoje, as nossas unidades no país não foram afetadas em maior escala. Entretanto, com o agravamento do cenário e com base na situação atual, presumimos que o fornecimento de semicondutores continuará a ser limitado ao longo das próximas semanas", diz a marca em um comunicado.
Eduardo Sodré/Folhapress
Continue lendo
Utilitário

Entenda porque segunda geração da picape Fiat Strada é líder de vendas no Brasil

27 JUL 2021 às 08h50
E boicota abertura

Toyota decide não circular publicidade sobre Olímpiadas de Tóquio

19 JUL 2021 às 11h10
Upgrade

Renault Captur chega à linha 2022 com motor mais potente, mais equipado e mais caro

12 JUL 2021 às 17h48
Novidades

Jac Motors lançará três automóveis elétricos no Brasil, ainda neste semestre

07 JUL 2021 às 11h20
Novo visual

Chevrolet Onix RS e Fiat Argo HGT se vestem para agradar jovens, mas mantêm mecânica

06 JUL 2021 às 11h10
Brasiiiiiiil!

Aplicativo disponibiliza voz de Gil do Vigor para orientar rotas de trânsito

05 JUL 2021 às 10h47
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados