Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Rafinha e a hora de voar mais alto

23 jun 2009 às 15:30
Continua depois da publicidade

Márcio Rafael Ferreira de Souza. Rafinha para os londrinenses.
Lateral-direito veloz e habilidoso, 23 anos. Futuro promissor.
Tinha tudo para estar na lista de Dunga para as Eliminatórias e para a Copa das Confederações.
Bola para isso tem de sobra.
Porém, foi preterido pelo treinador após a Olimpíada de Pequim. Os motivos, só o ex-volante e Deus sabem.
Talvez o fato de o ex-lateral do Coritiba não estar em uma grande força europeia.
E esse é justamente o pensamento de Rafinha. Confessou isso em entrevista ao repórter Jaime Kaster, da Folha de Londrina, dias atrás. E até por isso ele está trocando seu cardápio. O Chucrute deve sair de cena para a entrada de pizza, macarronada e outras massas italianas. Nesta terça-feira, o lateral embarcou para a Alemanha para definir seu futuro. Futuro esse que deve ter as cores preta e branca, ao lado de Diego e Amaury. A Juventus deve ser a equipe do londrinense nos próximos anos.
Ao menos que Liverpool e Valencia impeçam. Os dois clubes também têm interesse no jogador, que poderia já estar no Bayern de Munique, se os dirigentes do Schalke 04 não se negassem a negociá-lo com os rivais alemães.
Rafinha tem contrato até 2011 com o time de Gelsenkirchen, porém, não tem clima para ficar por lá.
Ele tem um sonho de se firmar na seleção, como foi nas categorias menores. Para tanto, peitou o Schalke ano passado e foi para a China defender a seleção olímpica sem o consentimento do clube.
Rafinha sabe que precisa disputar a Liga dos Campeões em um clube de ponta, que não faça apenas figuração na competição mais importante do mundo de clubes.
Ele ainda acredita que pode desbancar Daniel Alves, atual campeão Espanhol e da Liga, ou Maycon, tricampeão italiano, na seleção.
Pelo menos está lutando para isso.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade