28/01/20
32º/19ºLONDRINA
Isabel Furini
Isabel Furini
16/01/2020 - 22:45
Imprimir Comunicar erro mais opções
Era um dia muito chuvoso.
Primeiro chegou o Segundo,
depois chegou o Minuto.
O segundo disse, animado:
- Eu quero ser o maior.
E, de repente, o tempo
ficou parado.

-O que você quer?
Perguntou o Minuto irritado.
- Eu quero ganhar mais tempo
da medida de tempo.

- Eu só tenho 60 segundos.
Segundo, nada posso fazer,
mas fale com a Hora,
ela está composta de 60 minutos
que são 3.600 segundos.

A Hora chegou e explicou:
- Sinto muito, Segundo,
Eu não posso beneficiar ninguém.
Todos os segundos são iguais
e devem ter a mesma duração.

Segundo, entenda o caso:
- Você e seus irmãos
devem andar ao mesmo passo.

E o Segundo se resignou.
Ele pegou a mão de seus irmãos
e todos juntos foram andando
e o tempo continuou.

Isabel Furini

10/12/2019 - 06:43
Imprimir Comunicar erro mais opções
Minha familia tem uma tradição:
na noite do Natal
todos juntos cantamos
uma linda canção.

A ceia do Natal
é de harmonia.
Comemos o peru,
com alegria.

Meu tio Alberto
tira fotografias.
Minha tia Dora
declama poesias.

Fala a minha avó:
- Esqueçam o rancor,
porque o Natal
é o dia do amor.

Isabel Furini

26/11/2019 - 19:31
Imprimir Comunicar erro mais opções

A palhacinha e o menino malvado





Os meninos sempre riam,
e alegres eles diziam:
- Essa palhaça Maria
tem a cara de uma sardinha.

Maria não se importava
com o bullying da criançada.
Ela se achava bonita,
não se achava esquisita.

Ela usava um chapéu
- um velho chapéu vermelho,
e se achava muito bonita
quando se olhava no espelho.

Um menino tentou pisar
um pequeno escaravelho
e a palhaça disse simplesmente
"o escaravelho sofre como a gente".

O menino era malvado
e decidiu se vingar.
Ele era mal-educado,
pois nunca aprendeu a amar.

O menino pegou uma pedra
e ameaçou a palhacinha.
Ela pegou o seu celular
e, rapidamente, chamou a policia.

O menino ficou assutado,
ao ser convidado a entrar
no carro de policia...
e começou a chorar.
Buáaa - buááá - buááá

A palhaça com carinho
lhe ensinou a tocar violino.
Esse gesto ajudou a criança,
e mudou mesmo o seu destino.

Ele toca música de Beethoven.
Estão contentes os vizinhos,
pois ele não incomoda os bichos,
e toca música com muito capricho.

Essa criança ama o violino
que Maria lhe deu de presente.
Ele é um pequeno músico,
e o seu coração está contente.

Isabel Furini
22/10/2019 - 06:06
Imprimir Comunicar erro mais opções
OS FANTASMINHAS

Os fantasmas se divertiam,
eles gostavam de voar
sobre o velho teto
de uma casa assombrada.

E quando saiu a vizinha
e enxergou fantasmas no telhado,
ele ligou para a polícia
e os policiais ficaram admirados.

Os policiais chegaram,
e eles acharam muito engraçado,
ver dois pequenos fantasmas
brincando no telhado.

Um professor de teatro,
que era um velho zumbi,
levou para os fantasminhas
torta e suco de abacaxi.

O zumbi ficou falando com eles,
em um bonito jardim.
e solicitou: - Fantasminhas
participem da festa no Halloween.

Na festa do Halloween
os fantasmas dançaram maracatu,
E a dança foi tão bonita,
que até o urubu aplaudiu.

Isabel Furini
Presidente da AVIPAF -
Cadeira 1 (Patrono Amado Nervo)

27/09/2019 - 06:48
Imprimir Comunicar erro mais opções


O CORVO CANTOR

O corvo gostava de música,
Ele adorava cantar.
O sabiá sempre reclamava:
- Crocitar não é cantar.

O corvo era muito esperto
E não se deixou afetar.
Ele contes tou com firmeza:
- Você não deve julgar.

Um padre sentiu compaixão,
Deixou o corvo cantar na igreja.
Muitas pessoas falaram:
- A voz desse corvo é uma beleza.

O corvo deu um concerto
De música sertaneja.
Esse bicho ficou famoso,
E ficou noivo de uma princesa.

Isabel Furini
Isabel Furini
 
Isabel Furini, escritora e educadora. Recebeu prêmios em concursos de poesia e de contos. Publicou 15 livros, entre eles: Mensagens das Flores e Ele e outros contos. Também escreve para o público infanto-juvenil. É autora da coleção "Corujinha e os Filósofos" da Editora Bolsa Nacional do Livro de Curitiba.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE