09/12/19
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Isabel Furini
Isabel Furini
08/12/2017 - 20:49
Imprimir Comunicar erro mais opções
NOITE DE NATAL

Meu Natal é de alegria
Porque a família está reunida.

Até o cachorro e o gato
Comem arroz com carne no prato.

Minha prima Ana não sabe cantar,
Mas não fica aborrecida.

Ela liga o celular
Para tirar fotografias.

Minha tia gosta de dançar
E o meu tio canta animado.

E meus queridos avôs
(Que há anos são vegetarianos)

Comem salada de tomates
E grandes nabos refogados.

O Papai Noel entra pela janela...
Onde ficaram as renas???

-Não temos renas,
mas temos gatos engraçados.

Falou minha mãe contente.
E meu pai lhe dá um presente.

A tia serve sorvete e o tio
improvisa um teatro de marionetes.

Depois todos cantamos com alegria,
Pois a minha família é bacana.

Algumas vezes eles brigam,
mas no Natal eles perdoam,

porque a avó sempre fala:
- Esta vida é muito curta.

Por isso, temos que amar,
perdoar e viver com alegria.

Poema de Isabel Furini

29/10/2017 - 23:50
Imprimir Comunicar erro mais opções
HALLOWEEN

É muito divertido
brincar de bruxa
ou de vampiro.

E eu não tenho medo
de ver um fantasma.
Eu sei que é meu vizinho,
não é uma forma
de ectoplasma.

Isabel Furini

Fotografia de Isabel Furini
Fotografia de Isabel Furini
28/10/2017 - 22:56
Imprimir Comunicar erro mais opções
O gatinho trapalhão
acha que ele é um leão.

Ele quer rugir,
mas lança um miado.

Quer assustar
o cachorro do vizinho.

O cachorro late forte
e o gato fica assustado.

Ele corre rapidamente
e se esconde sob o fogão.

Pois, ele sabe que é um gato.
Ele não é um enorme leão.

Isabel Furini

Fotografia de Isabel Furini
Fotografia de Isabel Furini
19/10/2017 - 08:22
Imprimir Comunicar erro mais opções
Gosto de shopping e de cinema,
especialmente aos domingos.
E sair não é um problema.

Eu dou alguns telefonemas...
Gosto de ir ao cinema
com minhas primas e minhas amigas.

Isabel Furini

Arte Digital de Isabel Furini
Arte Digital de Isabel Furini
12/10/2017 - 15:32
Imprimir Comunicar erro mais opções


O gato fofinho

Esse gato cor laranja
nunca anda pela rua,
nunca come empadão de frango,
e nunca mia à Lua.

Esse gato engraçado
fica sempre deitado
ele não corre os ratos
nem brinca com sapatos.

É um gato muito fofo
que a vó Assunta bordou
em uma linda toalha
antes de viajar ao Céu.

II

A vó Assunta chegou ao Céu
e ouviu os anjos cantar.
Aproximou-se contente
com suas agulhas e linhas.

Ela perguntou em voz baixa:

- O que eu posso bordar?
Um anjo tirou as sandálias
dizendo que desejava
que ela bordara estrelas.

Outro anjo, muito belo,
tinha um manto desbotado,
e apoiado em seu cajado
falou: - Eu gosto muito de gatos.

A senhora poderia
bordar lindos gatos
brincando com pequenos ratos,
entre flores coloridas?

Que alegria sentiu a vó Assunta.
E ela ainda está bordando
estrelas, flores e gatos
entre as nuvens de algodão.

Isabel Furini
Arte Digital de Carlos Zemek
Arte Digital de Carlos Zemek
Isabel Furini
 
Isabel Furini, escritora e educadora. Recebeu prêmios em concursos de poesia e de contos. Publicou 15 livros, entre eles: Mensagens das Flores e Ele e outros contos. Também escreve para o público infanto-juvenil. É autora da coleção "Corujinha e os Filósofos" da Editora Bolsa Nacional do Livro de Curitiba.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE