25/11/20
PUBLICIDADE
Thiago Caversan Antunes
Thiago Caversan Antunes
07/05/2015 - 11:30
Imprimir Comunicar erro mais opções
Olá, pessoal!
Tudo bem?
A receita de hoje gira em torno de um ingrediente muito especial, aqui no Paraná: o pinhão.
O pinhão é o fruto da araucária, também conhecida como "Pinheiro do Paraná".
Esse ingrediente entra na composição de uma série de receitas típicas aqui do sul: frango ensopado, cordeiro recheado, entrevero, doces, aperitivos e tudo o mais que a imaginação permitir.
E também entra nas composições musicais, como não: O pinhão dá na pinha, a pinha no pinheiro, arrastapé dá em Minas e em Minas dá mineiro; né não? :-)
Vamos logo à receita!

Ingredientes:

300g de carne (nós usamos coxão mole) em tirinhas
300g de pinhão
1 cebola cortada em pétalas
2 tomates cortados em pedaços grandes
1 pimenta malagueta
sal temperado

Modo de Fazer:

O primeiro passo é cozinhar o pinhão.
Coloque o pinhão na panela de pressão, com água suficiente para o cozimento (uns cinco dedos do fundo da panela, por aí) e uma colher de chá de sal comum. Quando a panela pegar pressão, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 30 minutos. Apague o fogo e deixe a pressão sair naturalmente.


Abra a panela ainda quente. Vá tirando aproximadamente 10 pinhões por vez da água (o segredo para descascá-los é mantê-los quentes durante o processo) e use uma faquinha de cozinha para descascar, pressionando no sentido do comprimento. Como você tem que descascar um por um, dá um pouquinho de trabalho, mas não é nada muito difícil de se fazer.



Com o pinhão descascado, corte ele em cubinhos (com o pinhão cortado no meio, corte novamente as metades em três ou quatro pedaços) e reserve.
Coloque a carne para refogar, em uma panela pré aquecida, no fogo alto, em um fio de azeite. Vá mexendo constantemente, para a carne selar por todos os lados, sem perder muita água.


Quando a carne estiver bem douradinha, adicione a cebola e dê uma mexida, para ela desfolhar.



Junte, também, o pinhão, o tomate, a pimenta e o sal temperado, a gosto. Mexa tudo bem, tampe a panela e abaixe o fogo.




Deixe cozinhar lentamente no fogo bem baixo até o tomate ter quase derretido.
Dê mais uma mexida, acerte o tempero, se for o caso, e apague o fogo. Está pronto!



É isso aí, pessoal!
E fica uma delícia!
A textura do pinhão dá um jeitão todo especial à receita, podem acreditar!
E aproveitem enquanto ainda é época!
Estão todos convidados a curtir nossa fanpage para ficar sempre a par das novidades que trazemos para cá, e também de outras notícias que compartilhamos apenas por lá!
Um abração e "inté",

Thiago "Virgulino"
COMENTE ESTE POST

 Caracteres restantes : 2000
Thiago Caversan Antunes
 
Paulista radicado em Londrina desde o ano 2000. Graduado em Direito, especialista em Direito Civil e Processo Civil e mestre em Direito Negocial. Professor universitário e advogado. Autor de diversos artigos e capítulos de livros. Tem a gastronomia como hobby, e criou, em 2012, com a colaboração de sua companheira, Dani Manfiolli, o blog "Cozinha do Virgulino", onde divulga receitas explicadas "passo a passo" e resenhas sobre bares, restaurantes, vinhos, ingredientes e técnicas culinárias.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE
 
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados