Pesquisar

Canais

Serviços

Denise Becker - Foto divulgação
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Entrevista com a escritora Denise Becker

25 set 2021 às 08:58
Continua depois da publicidade

Denise Becker é fotógrafa, editora, produtora cultural e escritora infantojuvenil, nascida em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Dentre suas publicações estão doze livros fotográficos de municípios de Santa Catarina, um livro de gastronomia, um livro de auto-ajuda e três livros infantojuvenis. Ela é também diretora de publicações da Editora Philia e produtora cultural da MOSQ - Feira de Artes Visuais.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Quando começou a escrever livros infantis? Fale um pouco de seu início no mundo das letras e de sua trajetória.
R. Desde meus 10 anos, escrevo poesias. Porém, retornei a escrita de fato no ano de 2019 com a inspiração de escrever Conexão Julieta, uma história sobre o mundo atual referente aos cuidados dos sete bens da natureza relacionados às cores do arco-íris. Na sequência escrevi As Gavetas do Coração, um livro sobre os sentimentos que guardamos no coração e o que fazer com eles. E depois, Boa noite Estrela! Um livro que resgatou as memórias de minha infância onde por muitos dias morei em fazenda.

Continua depois da publicidade

Como é o seu processo criativo? Imagens, palavras, música, paisagens... despertam a sua inspiração?
R. Meu processo é ocasional. As ideias surgem em momentos de lazer. Muitas vezes ao dirigir, pois sou fotógrafa e circulo por muitos lugares. Também tenho inspirações no banho e até ao lavar louças. Basta estar tranquila que a mente flui.

Analise seu estilo, sua voz literária. Como Denise leitora enxerga a Denise escritora poeta?
R. Enxergo como com leitora. Gosto do estilo simples de ler e escrever, principalmente para as crianças porque elas compreendem com mais facilidade e tem interesse no mundo da fantasia.

Continua depois da publicidade

Fale de seu livro "Boa noite, estrela". Por que decidiu publicar esse conto em português e em inglês?
R. Todos os três livros infantojuvenis agora estão em inglês também. Disponíveis no Kindle E-book. Eu tive pedidos do exterior para que o livro seja traduzido, e por fim, acabei traduzindo todos eles.

Como os leitores podem adquirir o livro? Qual é sua expectativa de vendas?
R. Tem várias livrarias físicas que vendem os livros. Também podem ser adquiridos na Amazon ou diretamente pela Editora Philia. As vendas estão crescentes, o momento está razoável mas acredito que brevemente retomam os pedidos.

http://editoraphilia.com.br/


Sobre títulos de seus trabalhos: Você escolhe alguma palavralivro, procura inspiração em outros textos ou os títulos surgem na sua cabeça?
R. Todos surgem da minha cabeça mesmo. Eles são associados ao contexto do livro.


Pode citar os nomes de três escritores cujos trabalhos despertam a sua admiração?
R. Admiro os escritores Ana Maria Machado, Monteiro Lobatto e Ziraldo.

Nesta época muitas pessoas escrevem contos, crônicas e poemas. Você pensa que essa explosão literária elevará a poesia ou a banalizará?
R. A poesia sempre será uma leitura prazerosa. Não acredito que será banalizada.

Esta época de pandemia influenciou a sua escrita? Sentiu-se mais inspirada ou bloqueada?
R. Na pandemia eu ainda não iniciei outras histórias, mas já tenho ideias. Eu estava compromissada com outros projetos, mas acredito que até dezembro algo novo vai surgir.

Fale de seus projetos para o segundo semestre de 2021.
R.Eu estou finalizando trabalhos fotográficos, escolhendo contos dos editais juntamente com a equipe da Editora Philia e lançando uma feira de artes virtual. Mas tenho certeza que em breve outra história infantil vai chegar ao leitor.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade