Pesquisar

Canais

Serviços

Poema A Doença (Alcoolismo) poema de Luiz Carlos Brizola

- Fotografia de Faisal Iskandar.
28 mar 2016 às 19:36
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


A Doença

Continua depois da publicidade

Chegava pomposo em um bar
Fazia questão de gritar:
"Bodegueiro, vê minha conta
Que hoje vim para lhe pagar"


Tirava o dinheiro do bolso
Querendo ser o melhor freguês
Pois a sua doença era tanta
Pagava a conta só para garantir o próximo mês


Este era o pensamento deste ser doente
Que infelizmente só vivia para seu bem estar
Não percebendo que sua vida corria perigo
Com espírito e corpo quase a naufragar


A família em casa perecendo
Com suas loucuras insanas
A esposa não mais suportava
Esta sua vida mundana

Continua depois da publicidade


Chegava muito bêbado em casa
Ia direto se deitar
Tirava suas roupas e sapatos
E um mau cheiro exalava pelo ar


Passados muitos anos sem beber
Hoje observa a esposa dormindo inocente
Ela sempre com o braço tomando distância
Evita inconscientemente o cheiro da aguardente.


Luiz Carlos Brizola


O alcoolismo, considerado doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS), é uma dependência química crônica caracterizada pelo consumo compulsivo de álcool.


Programas de reabilitação, como o desenvolvido pelos Alcoólicos Anônimos (AA), dão apoio às pessoas que desejam deixar de beber.

"Não existe um sábio sem passado, nem um homem culpado sem um futuro". Aforismo estoico.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade