28/01/20
32º/19ºLONDRINA
Marcos Vinicius
Marcos Vinicius
28/01/2020 - 15:28
Imprimir Comunicar erro mais opções
Um dos maiores eventos de cultura pop e tecnologia do país chega a sua quarta edição



O Geek City já cravou o seu lugar no calendário da cultura pop brasileira. O evento anual proporciona um mergulho por tudo o que há de mais legal no mundo da tecnologia, cinema, séries, quadrinhos e games e vem ganhando destaque por suas atrações de relevância internacional.

Em 2020, o Geek City acontecerá de 07 a 09 de agosto, no Expo Barigui, em Curitiba, prometendo experiências inesquecíveis, como em suas edições passadas.

Nos anos anteriores, foram destaque na programação convidados como Alex Hog Andersen (Ivar - Vikings), Millie Bobby Brown (Eleven - Stranger Things), Carlos Villagran (Kiko - Chaves) e Paul Zaloom (Beakman - O Mundo de Beakman). Além de ver os artistas nos painéis do Main Stage, o palco principal, os fãs podem ficar ainda mais perto dos ídolos nos momentos de fotos e autógrafos. Em breve, as atrações para a quarta edição serão divulgadas, assim como os detalhes sobre a abertura de vendas de ingressos e passaportes que garantem a entrada em todos os dias do evento.

Além das atrações no palco principal, o Geek City também conta com uma grande área de exposições, pela qual já passaram marcas como FOX, Cartoon Network, Red Bull, Fanta, UCI, Activision, WB Games, LEGO, Xbox, PlayStation, entre outros.

Outro destaque do Geek City é a Arena Games, que já abrigou campeonatos de jogos como Counter Strike: Global Offensive, Rainbow Six: Siege, Fortnite, PUBG e Dota 2. Em 2020 ela ganhará um novo formato, com conteúdos diferenciados e novos campeonatos.

Quem curte cinema e séries também pode ter um gostinho das grandes produções. Em edições anteriores, o público pode participar de painéis com novidades, trailers, curiosidades e até cenas inéditas de lançamentos dos principais estúdios mundiais.

O mundo dos quadrinhos é outra parte marcante do Geek City. Na Galeria de Artistas, o público pode conhecer profissionais das HQs e adquirir pôsteres e artes exclusivas. Por ali já passaram grandes nomes como James O’Barr (O Corvo), Daniel HDR (Marvel e DC Comics) e Marcelo Di Chiara (Marvel e DC Comics).

A experiência fica completa com exposições temáticas, campeonato de cosplay, lojas especializadas em artigos geek, espaço para boardgames e diversas interatividades.

Todas as novidades sobre a quarta edição do Geek City serão anunciadas em breve no site oficial do evento http://www.geekcity.com.br e nas redes sociais https://www.facebook.com/geekcityoficial, https://www.instagram.com/geekcityoficial e https://twitter.com/geekcityoficial. Fique ligado!

SERVIÇO

GEEK CITY 2020 - 4ª EDIÇÃO

Data: De 07 a 09 de agosto de 2020

Local: Expo Barigui - Alameda Ecologica Burle Marx, Santo Inacio, Curitiba - PR

Site Oficial: www.geekcity.com.br

Redes sociais: Facebook /geekcityoficial | Instagram @geekcityoficial | Twitter @geekcityoficial
16/01/2020 - 22:34
Imprimir Comunicar erro mais opções
SINOPSE:
Tentado em revisitar o mundo de Jumanji, Spencer (Alex Wolff) decide consertar o jogo de videogame que permite que os jogadores sejam transportados ao local. Logo o quarteto formado por Smolder Bravestone (Dwayne Johnson), Moose Finbar (Kevin Hart), Shelly Oberon (Jack Black) e Ruby Roundhouse (Karen Gillan) ressurge.



Jumanji: Próxima Fase (2020) possui um roteiro bem básico, ao ponto de não justificar a necessidade da aventura, haja visto que o anterior, Jumanji: Bem-vindo à Selva (2017), já carregava esse peso nas costas, pelo fato de o seu antecessor Jumanji (1995) ter sido uma grande obra, que se resolve de maneira individual muito bem.

No entanto, esta sequência ainda consegue garantir um bom divertimento, aproveitando para passar mensagens novas durante o longa.

Sentindo-se um tanto derrotado e com vontade de ser, novamente, como Dr. Bravestone, o jovem Spencer (Alex Wolff) decide retornar à Jumanji. Quando seus amigos descobrem, vão atrás dele para resgatá-lo. E mesmo voltando para dentro do jogo, a trama busca o novo apresentando habilidades novas aos jogadores e uma possibilidade ainda maior dentro da aventura, onde os jogadores podem trocar de avatares, o que traz um show de atuações, fazendo menção à Jack Black, que, mais uma vez, se consagra e entrega um carisma gigante ao espectador.

Mais sentimentalista, a trama aborda os diferentes relacionamentos dos personagens, colocando em tela um novo arco que envolve Milo Walker (Danny Glover) e Eddie (Danny DeVito), colocando neles um foco, ao transmitir uma história emocionante de parceria e companheirismo.

A ação ocorre, porém fica em segundo plano, pois com antagonistas esquecíveis, que estão ali somente para que o núcleo dos personagens avatares vençam o jogo, ainda há cenas que o caracterizam como um filme de aventura.

Por ser um filme que a direção do mesmo brinca com as possibilidades que este o permite, com atores versáteis e trama simples, a diversão é garantida e proporciona risadas sem muita pretensão.

O filme termina mais uma vez com a possibilidade de uma sequência, em uma cena pós-créditos, no entanto, será que arriscariam mais um? O que vocês acham?

Assistiu ao filme? Gostou?
Deixe sua opinião nos comentários!

Muito obrigado por nos acompanhar e até a próxima crítica.

Essa crítica é um oferecimento Cinemas Lumiére.

Siga no Instagram e conheça a rede em Londrina.

16/01/2020 - 17:09
Imprimir Comunicar erro mais opções
Você se considera gamer? Então já deve ter levado alguns sustos jogando Resident Evil.



Resident Evil é uma franquia de mídia que pertence à empresa de videogames Capcom. Foi criada por Shinji Mikami como uma série de jogos de survival horror, iniciada em 1996 com Resident Evil para PlayStation. Desde então, a série de jogos passou a incluir o gênero ação e até agora já vendeu 80 milhões de unidades.

E assim como a maioria dos grandes games, Resident Evil carrega uma parcela gigantesca de fãs, que acompanham a franquia desde os consoles mais antigos até os lançamentos mais recentes, que garantem experiências horripilantes quando o assunto é dar susto no jogador.



Jonathan e Nadine são fãs e jogam o jogo desde mais novos. Segundo Jonathan, sua namorada era mais ligada ao game do que ele e isso fez com que ele se interessasse mais pelo game, a fim de passar mais tempo com ela e poderem jogar juntos.

Isso fez com que os dois construíssem uma história juntos e, ocasionalmente, o jogo fez parte disso tudo. Jonathan afirma que "sempre tive medo de jogar, mas jogar juntos fez com que fosse mais fácil pra nós dois".



E por esse motivo, Jonathan resolveu fazer uma surpresa para sua namorada, construindo um cenário do jogo para pedir ela em casamento. Afinal isso significaria muito para os dois.



Foi quase um ano de preparação e estudo, além de esconder todos os materiais e preparativos de sua namorada, para que ela não descobrisse o que ele estaria tramando. Por fim, o cenário ficou muito bonito e realista, alguns elementos fabricados por meio de uma impressora 3D, algumas impressões gráficas e tinta, para que tudo ficasse o mais condizente possível com o jogo.



Confira o resultado da criação do ambiente nas fotos e também no vídeo a seguir, onde Jonathan conta com mais detalhes de onde veio a ideia e o porquê disso tudo.



Link para o vídeo no Facebook: Clique aqui

Siga-nos no Instagram: @londrinageek
13/01/2020 - 10:58
Imprimir Comunicar erro mais opções
A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou nesta segunda-feira (13) os indicados ao Oscar 2020. Entre os destaques da premiação está Coringa, que recebeu 11 (onze) indicações.



Confira as indicações:

MELHOR FILME:

Ford vs Ferrari
O Irlandês
JoJo Rabbit
Coringa
Adoráveis Mulheres
História de um Casamento
1917
Era Uma Vez Em... Hollywood
Parasita

MELHOR ATOR

Antonio Banderas - Dor e Glória
Leoardo DiCaprio - Era Uma Vez em... Hollywood
Adam Driver - História de um Casamento
Joaquin Phoenix - Coringa
Jonathan Price - Dois Papas

MELHOR FOTOGRAFIA

O Irlandês
Coringa
O Farol
1917
Era Uma Vez em... Hollywood

MELHOR FIGURINO

O Irlandês
JoJo Rabbit
Coringa
Adoráveis Mulheres
Era Uma Vez em... Hollywood

MELHOR DIREÇÃO

Martin Scorsese - O Irlandês
Todd Phillips - Coringa
Sam Mendes - 1917
Quentin Tarantino - Era Uma Vez em... Hollywood
Bong Joon Ho - Parasita

MELHOR EDIÇÃO

Ford vs Ferrari
O Irlandês
JoJo Rabbit
Coringa
Parasita

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM

O Escândalo
Coringa
Judy
Malévola - Dona do Mal
1917

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL

Coringa
Adoráveis Mulheres
História de um Casamento
1917
Star Wars: A Ascensão Skywalker

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

O Irlandês
JoJo Rabbit
Coringa
Adoráveis Mulheres
Era um Vez em... Hollywood

MELHOR EDIÇÃO DE SOM

Ford vs Ferrari
Coringa
1917
Era uma Vez em... Hollywood
Star Wars: A Ascensão Skywalker

MELHOR MIXAGEM DE SOM

Ad Astra
Ford Vs Ferrari
Coringa
1917
Era uma Vez em... Hollywood

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

O Irlandês
JoJo Rabbit
Coringa
Adoráveis Mulheres
Dois Papas

A premiação acontece no dia 09 de fevereiro. Será que o longa do palhaço da DC vai levar várias estatuetas pra casa?
19/12/2019 - 06:56
Imprimir Comunicar erro mais opções
É muito difícil pra mim, Marcos Vinicius, fã de Star Wars, ser imparcial nesse momento, ao escrever uma crítica para este filme. No entanto, o filme trás uma resolução tão boa para a trilogia que há de ser levantados alguns de seus aspectos em texto, onde podemos engrandecer o que foi feito na trama, ou ainda, motivar à alguém que possa não ter assistido o filme ainda a ir correndo ver.



Tirem suas próprias conclusões, Star Wars: A Ascensão Skywalker (2019), assim como todos os outros filmes da saga, sofre de um mal chamado "fã". Pessoas que se dizem fãs, porém estão em suas redes sociais prontos à despejar ódio gratuito ao filme. Pontuado isso, podemos voltar a falar do filme, que é o motivo de estarem aqui lendo este texto.

O filme começa rápido, dinâmico, com um salto temporal grande após o último episódio. Parte do princípio de que você já espera que aquilo que está acontecendo ali no início do filme, aconteça.

E tendo um início desses, pode-se esperar que o filme não vai ficar aguardando o espectador entender tudo o que está acontecendo, quem são algumas pessoas, que aparecem em tela, ou são citadas.

Uma das coisas mais legais desse filme foi que ele trouxe muito do estilo das histórias contadas no Universo Expandido (UE) de Star Wars, histórias estas que são tidas hoje como Legends (lendas). E isso é fantástico! Referências e homenagens presentes do início ao fim.

A forma com que o episódio nove resolve as pontas soltas deixadas pelos filmes anteriores é notável. De maneira simples responde-se perguntas como, origem, nomes, quem, onde e quando.

Simplicidade em transmitir informações e evoluir arcos respeitosos como o de nossa querida e eterna Princesa Leia, deixo essa experiência para vocês verem pessoalmente, pois foi lindo de ver.

Ainda que fã, posso muito bem observar defeitos no longa! O filme tem decisões passíveis de indignação. E podemos falar sobre isso abertamente em algum canal de comunicação mais próximo, como Whatsapp, Facebook ou Instagram!

É isso, nessa crítica resolvi deixar muito da experiência para vocês sentirem lá dentro da sala do cinema!
Eu, como fã, amei estar lá e ver essa conclusão de perto!
Junto de outros fãs, amigos e irmãos na Força!

Assistiu ao filme? Gostou?
Deixe sua opinião nos comentários!

Muito obrigado por nos acompanhar e até a próxima crítica.
Marcos Vinicius
 
Olá pessoal, meu nome é Marcos Vinicius, sou fundador do TrooperTV, idealizador do Encontro de Fãs Star Wars Londrina e hoje falo com vocês em nome do Londrina Geek. Estarei aqui toda semana para conversarmos um pouco sobre o mundo Geek, onde iremos criar uma agenda dos eventos da região, comentar sobre filmes, séries, livros, discutir sobre alguns lançamentos do mundo dos games e também falar de colecionismo. Esse mundo é extremamente vasto, participo dele desde pequeno e atualmente estou ativo em vários canais de comunicação. Acompanhe-nos em nossas redes sociais! @trooper.tv | @efswlondrina | @londrinageek



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE