12/12/19
º/º
PUBLICIDADE
Sonia Weil
Sonia Weil
07/04/2014 - 09:29
Imprimir Comunicar erro mais opções
No mês passado você deve ter tido novas idéias e o impulso de abrir caminho para colocá-las em ação. Já este mês traz a necessidade de direcionar esses projetos em busca de resultados concretos.

É hora de traçar metas e de se lançar de maneira intensa na realização delas. Estabeleça objetivos a curto e médio prazo, mesmo que eles façam parte de um plano maior. Mas é importante concentrar a sua energia no agora e "cutucar a vida" para fazer as coisas acontecer.

Este mês traz uma contradição: por um lado ele traz fases de grande impulso, em que as coisas ocorrem de maneira intensa e rápida; mas em outros momentos, o oposto acontece e há um refluxo desse movimento, trazendo a necessidade de esperar com paciência.

Da mesma forma, você também sentirá o ímpeto de se lançar nos seus projetos com tudo e um sentimento de urgência que diz "tem que ser já!" – para muitas vezes depois de pouco tempo recuar e pensar:" mas será que é isso mesmo?" e perceber que toda a certeza que lhe impulsionava há pouco se desfez, trazendo a vontade de pensar um pouco mais.

Essa altos e baixos no seu pique e no ritmo dos acontecimentos podem acontecer, mas mesmo assim lembre que o momento é de aproveitar os "altos"
e lembrar que, mesmo que haja momentos de baixa, eles passam rapidamente e um novo impulso de ação se apresenta logo. Portanto, não perca o momento, que é de lutar pelos seus projetos!

Que abril seja um mês muito produtivo para você!
20/03/2014 - 13:12
Imprimir Comunicar erro mais opções


Este é um mês que privilegia a individualidade e a originalidade, e aí eu lhe pergunto: quais são os seus desejos? Quais são as suas aspirações? Seja um pouco mais egoísta e pense nas suas vontades e na sua realização pessoal.
O que você deixou de realizar e agora pode fazer por você?

O momento é favorável também para dar o pontapé inicial e colocar as novas idéias em ação!. De buscar novas oportunidades, fazer contatos e abrir caminho para os seus projetos. É hora de agir, não espere acontecer – aproveite o fluxo da vida que lhe empurra para frente!

É uma fase boa também para ampliar o seu círculo de amizades e estar em grupo. Aproveite para sair, passear e viajar mais. Aproveite o lado mais prazeiroso da vida!

Os namoros também estão favorecidos mas como o desejo de buscar a individualidade está bastante forte este mês, a tendência é de querer relacionamentos mais leves, divertidos e independentes. Os casados, por outro lado, querem mais tranqüilidade.

Embora haja algumas oscilações na área financeira e a possibilidade de gastos maiores, você pode resolver algumas questões pendentes este mês. Seja objetivo e trace algumas metas a curto prazo que você possa realizar agora!

É hora de agir!

Que março seja um mês muito feliz para você!
19/03/2014 - 12:33
Imprimir Comunicar erro mais opções
Muitas pessoas me perguntam se o mapa numerológico mostra tendências fixas e definitivas, ou se há possibilidades de mudança. Em outras palavras: Eu sou assim, e não há nada a fazer?

Respondo sempre que o mapa é um mapa - ou seja, um roteiro de nossas tendências pessoais, um indicador da nossa forma instintiva de ser e agir. Como a água seguindo a trilha das ranhuras e depressões desenhadas na areia, é por onde fluímos naturalmente - embora tenhamos outras possibilidades.

O mapa indica os nossos talentos, os potenciais inatos. Embora isto pareça fácil, cabe a nós utilizar essa informação para desenvolvê-los melhor. Uma pessoa que tem grande capacidade de comunicação pode simplesmente ser boa de conversa e ter um contato prazeiroso e alegre com as pessoas - ou então aperfeiçoar esse talento ao máximo e colocá-lo em ação em palestras e ações na sua comunidade ou no trabalho com vendas, jornalismo ou marketing.

Por outro lado, é nas dificuldades apontadas que o mapa pode nos ser mais útil. Porque quando ele mostra que pontos trabalhar, ele nos indica também como revertê-los e, muitas vezes, atingir a condição oposta: os traços que se mostram mais difíceis podem se transformar em nossa maior habilidade.

O maior exemplo é o de um caso real:

Há alguns anos, atendi um famoso psicólogo paulista, que tinha vindo a Londrina para fazer duas conferências e tinha se interessado em fazer uma consulta de Numerologia.

Era um excelente palestrista, tinha escrito pelo menos 20 livros e era dono de uma visão aguda sobre as pessoas. Eu o admirava muito, e estava um pouco receosa de fazer essa consulta. Afinal, era meu ídolo!

Qual a minha surpresa, quando fiz os cálculos, ao ver que ele tinha cinco vezes repetido no mapa, Números que denotavam bloqueios de comunicação. E em posições importantes, o que deveria trazer uma grande dificuldade de expressar sentimentos. Tremi nas bases: como poderia dizer isto à uma pessoa que falava e escrevia tão bem?

Resolvi deixar de lado o que conhecia sobre ele ( que, obviamente, negava tudo isso ), e me ater estritamente às informações que o seu mapa mostrava. Ao iniciar a consulta, coloquei esta questão e em seguida falei sobre as dificuldades de comunicação que o mapa mostrava e com as quais ele deve ter se defrontado intensamente.

Fiquei admirada (e aliviada!) quando ele me contou que, desde pequeno sempre tinha sido extremamente tímido e inibido, e isto era reforçado por sérios problemas com a mãe. E foi exatamente essa dificuldade de se comunicar que fez com que ele buscasse, a partir do início da adolescência, se conhecer mais profundamente através de terapias – que ele realizou durante grande parte da sua vida.

Buscou várias técnicas que o ajudassem a se expressar mais claramente e acabou se apaixonando por esta área – o que acabou levando-o a estudar Psicologia e a ser terapeuta.

Os resultados desse trabalho sobre si mesmo vieram, e ele desenvolveu exatamente o que lhe faltava: a capacidade de comunicação. E não apenas aprendeu a se expressar com clareza, mas também criou uma aguda percepção das dificuldades dos outros – afinal, ele também tinha passado por isso. E exatamente por ter trabalhado essas questões em si mesmo, tinha recursos para auxiliar as pessoas a resolver esses pontos também.

As suas dificuldades pessoais de comunicação foram a ponte para que ele se transformasse num dos melhores terapeutas e palestristas do Brasil. Se elas não existissem (além da sua disposição em transformá-las), talvez ele nunca tivesse se transformado no que é.

O mapa é, assim, o nosso ponto de partida; ao olharmos a nossa "rede de caminhos e entrocamentos", temos uma visão clara e ampla do todo. Podemos, então, nos dedicar à grande tarefa de todo ser humano: assumir a si mesmo, investindo na transformação interna e colocando em ação os potenciais que nos foram dados para a construção de uma vida melhor.
11/02/2014 - 23:48
Imprimir Comunicar erro mais opções
Um Ano 7 é sempre o momento de analisar a sua vida de maneira mais profunda e pensar no que lhe falta e no que você realmente quer.

Ele não se refere ao plano imediato mas a uma perspectiva mais ampla. O que você gostaria de ser? Como você pode se sentir mais realizado? Que mudanças lhe trariam maior felicidade na vida?

É claro que isto envolve uma auto-análise mais cuidadosa e um olhar sobre os seus medos, dificuldades e outros mecanismos que lhe deixaram limitado a situações que não lhe satisfazem mais.

A questão é: como você pode se lançar em vôos mais altos?

Este não é um ano para ficar apenas na rotina nem para se atirar nas coisas impulsivamente. 2014 é um ano de preparação.

Isso significa que você deve criar um Projeto de Vida e fazer um planejamento detalhado das ações necessárias para realizá-lo.

Vá com calma e verifique primeiro quais são os potenciais que você tem e os que são necessário desenvolver para alcançar as suas metas. Um ano 7 é sempre de aprendizagem e estudo, o que pode envolver tanto uma grande busca de informações sobre alguns temas como participar de cursos e treinamentos formais.

Este é o ano em que você deve plantar as sementes dos seus projetos. Mas elas podem levar um tempo para germinar, uma vez que a 1ª metade de 2014 é mais lenta.
Tenha paciência e tente pensar como um arqueiro, que puxa a corda para trás lentamente enquanto ajusta o foco com segurança para só depois soltar a flecha com exatidão ( esqueça Legolas, só os heróis dos filmes são tão rapidinhos... ).

Você vai começar a avaliar as pessoas e situações em termos mais concretos e a separar o joio do trigo: o que ( e quem ) realmente tem importância para você? O que vale a pena manter e o que não tem mais sentido preservar? Discriminar o que lhe serve ou não vai lhe ajudara a tomar decisões que podem preparar o campo para mudanças importantes, em especial no ano que vem.

Este ano um tanto introspectivo favorece mais as relações estabelecidas do que os namoros rápidos. No segundo caso, fique um pouco atento no contato com o outro pois pode haver uma tendência maior a surgirem mal entendidos ou dificuldades de comunicação. Não engula as palavras, não deixe para lá, seja claro e diga o que você sente e pensa. Já os parceiros há mais tempo talvez façam o processo inverso e busquem uma relação mais leve e flexível.

A atitude cuidadosa que o próprio ano traz vai lhe ajudar a estar mais pé-no-chão no campo profissional, o que é muito adequado pois o momento é positivo para a estruturação de uma base sólida para os seus projetos. Delimite o seu campo de ação e trabalhe duro para construir os alicerces que vão sustentar as suas novas realizações com segurança.

A fase favorece iniciativas no sentido de buscar novos contatos, pois além de dinamizar a sua rotina isto pode trazer novas parcerias comerciais. A 2ª parte do ano vai lhe mostrar resultados mais rápidos nesse sentido.

Estude, planeje e plante os seus projetos - este é um ano para investir em vôos mais altos na sua vida! Um bom 2014 pra você!


Observação: quero lembrar que esta é uma análise do Ano Universal, uma tendência geral e mais abrangente que afeta a todas as pessoas.

Um estudo personalizado do Ano Pessoal, mais profundo e detalhado, só pode ser feito através de uma Consulta Pessoal, que leva em conta o nome e data de nascimento de cada um.
11/02/2014 - 13:25
Imprimir Comunicar erro mais opções
O mês é um pouco mais lento e pede que você pare para pensar mais profundamente na sua vida, tentando vê-la de uma perspectiva mais ampla. Quer uma sugestão? Olhe de fora, com um olhar distanciado, buscando uma visão do todo. Aí você vai conseguir situar as situações de maneira mais clara e verificar em que ponto você está e onde quer chegar.

É um bom momento também para retomar o fio da sua vida através de questões pendentes do passado. Rever velhos amigos, resolver situações inacabadas. Entender melhor as questões vividas e dar um fechamento. Resgate projetos antigos e veja ainda se há assuntos importantes que ficaram em aberto e dê um encaminhamento prático. Atualize a sua vida!

Em termos afetivos o mês predispõe um olhar mais "pé-no-chão" e a buscar relacionamentos duradouros e estáveis. Você deseja um parceiro com quem você possa compartilhar os projetos e o dia-a-dia. A pessoa com quem você está lhe traz essa segurança?

Apesar do ritmo geral mais lento, é um bom momento pra ativar os contatos com as pessoas e ampliar a sua rede social, principalmente se ela envolve também o seu campo profissional. Mas você vai perceber que isto ocorre com altos e baixos – momentos em que tudo está calmo e você está mais "na sua" e depois, o ritmo acelera, você encontra muita gente e tudo acontece ao mesmo tempo.

Que você tenha um fevereiro feliz!
Sonia Weil
 
Sonia Weil é professora de Comunicação Social e deu aulas na Universidade Estadual de Londrina durante 28 anos. Agora aposentada, faz palestras sobre Comunicação Não Verbal para empresas. É especialista em Numerologia e faz consultas, palestras e cursos desde 1986. Divulga a Numerologia em programas de tv e rádio, e em jornais, além de sites na internet. Realiza também palestras e workshops sobre a Lei da Atração ( mostrada no filme O Segredo ) em empresas e institutos esotéricos.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE