Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Tragédia

Aeroporto de Porto Alegre segue fechado por tempo indeterminado

Daniella Almeida - Agência Brasil
17 mai 2024 às 09:25
- Divulgação/Fraport
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A concessionária do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre-RS, a Fraport Brasil–Porto Alegre, negou que as operações do terminal vão voltar em setembro de 2024, como divulgado por veículos de imprensa. As instalações do local e a pista de pouso foram inundadas desde o início deste mês, após as chuvas que atingem o Rio Grande do Sul desde o fim de abril. O terminal continua alagado.


Em nota divulgada na quarta-feira (14), a empresa, que tem a concessão para operar o terminal da capital gaúcha, informou ainda que as operações seguem suspensas por tempo indeterminado e não mencionou previsão de quando voltarão. “No momento, não temos uma estimativa dos danos causados pela enchente. Após as águas baixarem, teremos condições de avaliar em detalhes os impactos na infraestrutura aeroportuária.”

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


O informe destaca ainda que segue válido até 30 de maio o documento com informação de restrições aeronáuticas chamado de Notam (sigla em inglês para Notice to Airman), ou Aviso para Aeronavegantes, emitido em 6 de maio.

Leia mais:

Imagem de destaque
Aposta custa R$ 2,50

Quina de São João sorteia neste sábado prêmio de R$ 220 milhões

Imagem de destaque
Jogo simples custa R$ 5

Mega-Sena pode pagar R$ 86 milhões no sorteio deste sábado

Imagem de destaque
Vila Isabel

Caminhão-tanque explode, quebra janelas e interdita rua no Rio de Janeiro; veja vídeo

Imagem de destaque
Dois novos casos por dia

Brasil tem crescimento acelerado no número de ações sobre aborto na Justiça


A Fraport Brasil, em conjunto com o MPor (Ministério de Portos e Aeroportos), estuda a oferta de voos comerciais para o transporte de passageiros a partir de Base Aérea de Canoas-RS, administrada pela FAB (Força Aérea Brasileira). A unidade militar fica a cerca de 30 km do Aeroporto Internacional de Porto Alegre.


Imagem
Leptospirose, hepatite e doenças respiratórias devem se alastrar no Rio Grande do Sul com pessoas em abrigos
A mistura da água parada dos alagamentos com o esgoto de centros urbanos devido às enchentes pode levar à explosão de casos de hepatite A e de leptospirose no Rio Grande do Sul. Segundo especialistas, as inundações já iniciaram um processo de surto de inf
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade