Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Vigilância Sanitária

Entenda o que é a Anvisa, agência que regula remédios, vacinas e comida

Folhapress
17 abr 2024 às 16:56
- Marcelo Camargo/Agência Brasil
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Reguladora da área sanitária, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), vinculada ao Ministério da Saúde, é responsável por proteger a saúde da população, por meio do controle sanitário da produção e consumo de produtos e serviços submetidos à vigilância sanitária. Atua desde 1999, com sede e foro no Distrito Federal.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
56% das crianças alfabetizadas

Brasil recupera desempenho de alfabetização do período pré-pandêmico

Imagem de destaque
Confira os números por bioma!

Área desmatada no Brasil em 2023 cai 11,6%, aponta MapBiomas

Imagem de destaque
E por intimidação

Homem vira réu após xingar Felipe Neto ao vê-lo em apostila de escola

Imagem de destaque
Dados

Um mês após tragédia, população em abrigos no Rio Grande do Sul é maior que 90% dos municípios do estado

O órgão regula medicamentos, vacinas e dispositivos médicos, agrotóxicos, alimentos e cigarros. Ainda faz a fiscalização sanitária de portos, aeroportos e fronteiras.

Publicidade


O órgão regulador tem orçamento de R$ 904 milhões em 2024, sendo que mais de R$ 600 milhões estão reservados para despesas obrigatórias, como a folha salarial. Já a verba discricionária da pasta alcança cerca de R$ 220 milhões. Esta parcela do orçamento, que é aplicada em contratos e manutenção de serviços da agência, despencou desde 2014, quando havia R$ 530 milhões disponíveis. O valor foi corrigido pela inflação.


Entenda a Agência 

Publicidade


- O que é: Autarquia vinculada ao Ministério da Saúde, com sede em Brasília, que faz o controle sanitário da produção e consumo de diversos produtos, além de realizar a fiscalização sanitária de portos, aeroportos e fronteiras.


- Atribuições: Regula indústrias de medicamentos, alimentos, produtos para a saúde, agrotóxicos, cigarros, saneantes, cosméticos, além de serviços de saúde, entre outras atividades. Atua desde o registro de produtos até o monitoramento de mercado. Ainda coordena o sistema nacional de vigilância sanitária.

Publicidade


- Criação: 1999, durante o governo Fernando Henrique Cardoso.


- Orçamento: R$ 904 milhões (2024).


- Servidores: 1.667.


- Diretores (e quando terminam os mandatos): Antonio Barra Torres, diretor-presidente (21 de dezembro de 2024), Meiruze Sousa Freitas (12 de dezembro de 2024), Daniel Meirelles (24 de julho de 2027), Romison Rodrigues Mota (12 de dezembro de 2025), Danitza Rojas Buvinich (substituta em vaga aberta).


Imagem
Uber lança recurso que grava passageiro pelo app do motorista
Após fase de testes, a Uber implementará opção de gravar vídeo pelo aplicativo do motorista parceiro.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade