Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Malformações fetais

Substância de agrotóxicos será proibida no Brasil

Redação Bonde
17 jun 2009 às 15:33
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Agrotóxicos a base da substância ativa cihexatina serão retirados do mercado brasileiro até novembro de 2011. É o que prevê uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A norma determina, ainda, a proibição imediata da importação e o registro de novos agrotóxicos à base dessa substância.

"Com essa medida o Brasil segue uma tendência mundial, a cihexatina já foi banida dos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Japão, China, Áustria, Belize, Kuwait, Laos, Suécia e Tailândia", explica Luiz Cláudio Meirelles, gerente geral de Toxicologia da Anvisa. Produtos à base de cihexatina também tiveram o registro cancelado na Austrália, Filipinas, Líbia, Nova Zelândia e União Européia.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


A cihexatina é utilizada na fabricação de sete agrotóxicos, registrados principalmente para a citricultura. Antes da reavaliação, o agrotóxico podia ser aplicado nas culturas de maçã, morango, pêssego, café e berinjela.

Leia mais:

Imagem de destaque
Hospital Veterinário de Ulbra

Cavalo Caramelo, resgatado em Canoas, pode ficar em fazenda de universidade

Imagem de destaque
Riscos

Novo aumento do Guaíba pode superar pico anterior, prevê hidrologia

Imagem de destaque
Fortes chuvas

Sobe para 143 o número de mortos em tragédia no Rio Grande do Sul

Imagem de destaque
Ventos até 190 km/h

Defesa Civil confirma que fenômeno registrado em Gentil, no RS, foi tornado

Segundo a assessoria de imprensa da Anvisa, estudos em laboratório com ratos, coelhos e camundongos mostram graves riscos à saúde. Os principais efeitos da cihexatina são malformações fetais, em especial a hidrocefalia. As experiências provaram ainda risco de aborto, efeitos sobre o sistema reprodutivo, danos à pele, pulmões, visão, fígado e rins, entre outros. As doses em que apareceram esses efeitos nos animais sugerem que a cihexatina não é segura para os trabalhadores rurais, consumidores das culturas tratadas e população em geral.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade