19/06/21
PUBLICIDADE
Até R$ 1.045

Saiba quanto você vai sacar do FGTS emergencial na pandemia

Trabalhadores com contas vinculadas ao FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) poderão resgatar até R$ 1.045 do saldo total a partir do dia 29 deste mês.

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência <a href='/tags/brasil/' rel='noreferrer' target='_blank'>Brasil</a>


A possibilidade está prevista na medida provisória 946/2020 e foi criada pelo governo federal para atenuar os efeitos econômicos da pandemia do coronavírus.

Diferentemente dos outros benefícios lançados para minimizar o impacto da Covid-19 (o auxílio emergencial e o benefício de preservação do emprego e da renda, compensação paga a quem teve redução de salário), o FGTS emergencial não tem requisitos de renda para ser recebido.

O trabalhador precisa apenas ter saldo em suas contas (ativa ou inativas) do fundo. Independentemente do saldo total, o máximo que poderá ser resgatado é R$ 1.045, o equivalente a um salário mínimo em 2020.

Segundo a Caixa, para quem tem mais de uma conta no FGTS, o valor será retirado, primeiro, das contas inativas, começando por aquela com o menor saldo. Assim, as contas vão sendo zeradas e o valor restante vai sendo retirado das demais, até atingir R$ 1.045.

Os pagamentos seguirão calendário de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. De 29 de junho a 21 de setembro, será feito o crédito em conta digital da Caixa, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem para pagamento de boletos e para fazer compras em sites cadastrados.

A poupança digital será criada automaticamente pela Caixa para todos os trabalhadores que podem sacar o FGTS, mesmo para quem já tem poupança ou conta-corrente no banco.

Bloqueio

Quem não quiser receber o dinheiro nem ter a conta criada precisa informar o banco, pelos canais oficiais, até dez dias antes da liberação do crédito. Quem for fazer isso pelo aplicativo deve baixar a nova versão, disponibilizada pela Caixa na última sexta-feira (19).

Para nascidos em fevereiro, por exemplo, que não queiram receber o FGTS emergencial é preciso fazer o cancelamento até 26 de junho, já que o crédito para esse grupo estará disponível a partir de 6 de julho.

O dinheiro extra de até R$ 1.045 estará disponível para saque em espécie e transferência a partir de 25 de julho, seguindo o mês de aniversário do trabalhador, até 14 de novembro.

Se não houver movimentação na conta-poupança social digital até 30 de novembro, o valor será devolvido à conta do FGTS.
Laísa Dall'Agnol - Folhapress
PUBLICIDADE
Continue lendo
Crise sanitária e econômica

Milhares saem às ruas do país em novos protestos pelo impeachment de Bolsonaro

19 JUN 2021 às 12h51
Serviços gerais

Barbosa Neto é condenado pela Justiça por aditivo irregular em contrato com empresa

18 JUN 2021 às 19h07
Em revisão na Câmara

Deputados do PR votam em peso pelo afrouxamento da lei de improbidade administrativa

18 JUN 2021 às 17h43
Fique atento!

UBSs exclusivas para síndromes respiratórias abrirão neste fim de semana em Londrina

18 JUN 2021 às 17h13
Dançou...

Boate de Maringá é multada em R$ 10 mil por descumprir decreto municipal

18 JUN 2021 às 16h09
Gesto de boicote

Senadores da CPI da Covid deixam depoimento de defensores de tratamento ineficaz

18 JUN 2021 às 15h10
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados