09/04/20
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE
|
Saiba mais

Saque do FGTS atrasa seguro-desemprego; governo promete solução até o dia 22

O saque imediato de até R$ 500 - ou, em alguns casos, de até R$ 998- das contas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) atrasou a liberação do seguro-desemprego de trabalhadores em todo o país. Agora, o governo promete resolver o problema até quarta-feira (22).

Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Marcello Casal Jr./Agência Brasil


A Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia ainda não sabe quantos trabalhadores tiveram o pedido negado por esse motivo.

A falha afetou todos os demitidos sem justa causa pois, durante o cruzamento de dados realizado para a liberação do seguro, a movimentação da conta do FGTS faz com que o sistema barre o pagamento.

É possível consultar o andamento da solicitação do seguro-desemprego no site www.gov.br ou no aplicativo da Carteira de Trabalho Digital.

O governo diz que os relatos de falhas começaram na segunda quinzena de dezembro.

A negativa do pedido resultava na necessidade de apresentação de um recurso administrativo. Quem não apresentou essa medida, não precisa mais pedir, pois, segundo o governo, a liberação será automática.

Em média, a Secretaria de Trabalho recebe 520 mil pedidos do benefício mensalmente.

Nesta quinta-feira (16), a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informou que todos os trabalhadores que tiveram o acesso ao benefício dificultado terão os pedidos reprocessados e liberado até a próxima quarta.

Novos pedidos realizados a partir de segunda (20) passarão a ser liberados automaticamente, segundo o governo.

Quando o trabalhador pede o seguro-desemprego, o sistema deveria informar que o registro mais recente em seu extrato foi o da demissão sem justa causa, que dá o direito ao benefício temporário.

Com o saque do FGTS, em muitos casos a informação que aparecia era a de retirada, o que o sistema entendia como pendência, barrando a liberação.

Como a Folha de S.Paulo mostrou em novembro, a Caixa fazia o saque de maneira automática, mesmo que o trabalhador não pedisse a retirada do dinheiro.
Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conteúdo relacionado:
Saque imediato
Cerca de R$ 15 bilhões do FGTS ainda não foram sacados
Vai render mais que poupança
Maior rendimento do FGTS exige atenção do trabalhador na hora do saque
Do FGTS
Trabalhador já pode cancelar crédito automático do FGTS
Continue lendo
Acesso ao auxílio
Regularização de CPF pode ser feita pelo site da Receita Federal
08/04/2020 17:31
CRLV digital
Condutores já podem imprimir em casa documento veicular; veja como
08/04/2020 16:06
Durante a quarentena
Com pães, laticínios e outros alimentos, loja consegue liminar para reabrir
08/04/2020 15:48
31 países
Europa deve manter fronteiras fechadas até 15 de maio
08/04/2020 15:35
Alerta
Golpes cibernéticos prometem de dinheiro a serviços de streaming
08/04/2020 15:11
Veja mais e a capa do canal