25/01/21
PUBLICIDADE
Negligência e maus-tratos

Casa de repouso de idosos em Londrina fecha as portas a mando da Justiça

Arquivo Folha
Arquivo Folha


A Casa de Santa Mônica, instituição de longa permanência para idosos (ILPI) no jardim Shangri-lá, terá de fechar as portas imediatamente. A determinação, vinda do juiz Alberto Junior Veloso, da 5ª vara cível de Londrina, é de caráter liminar, podendo ser alterada até o fim do processo, e atende a um pedido do Ministério Público de Londrina, que ingressou com uma ação civil pública contra a instituição.


Apesar de ter sido intimada apenas na manhã desta sexta-feira (4), a decisão data do dia 2, terça-feira passada. Nela, foi determinada a interdição da ILPI, assim como a remoção dos idosos acolhidos. A casa de repouso deverá fazer contato com os familiares ou responsáveis solicitando que, em até cinco dias, providenciem a mudança dos residentes.

Antes de ingressar com a medida judicial, o Ministério Público chegou a notificar o estabelecimento e acompanhar vistorias da Vigilância Sanitária. Contudo, as adequações necessárias não foram feitas. O inquérito civil, onde constam as investigações e o acompanhamento realizado na unidade, é de 2016.

Segundo as denúncias que acompanham a ação civil pública, os residentes da Casa de Santa Mônica não estariam recebendo a alimentação adequada e estariam sofrendo maus-tratos - sendo que alguns castigos impostos aos idosos seriam comentados em um grupo de WhatsApp das pessoas que trabalham no local. A decisão menciona idosos com assaduras em virtude do uso de fraldas e de um, em específico, que ficaria constantemente amarrado na cama ou no chão.

Uma vistoria recente no órgão também verificou que o estabelecimento não estaria adotando as medidas de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus. As camas dos residentes não teriam o distanciamento necessário e a instituição estaria recebendo mais internos do que a sua capacidade permite.

A instituição chegou a firmar um Termo de Ajustamento de Conduta com o MP em 6 de novembro de 2019, mas não atendeu às solicitações do poder público.

Se a Casa de Santa Mônica não cumprir as determinações da liminar, poderá pagar uma multa diária de dois mil reais. Ela terá, a partir de segunda, o prazo de 15 dias úteis para se defender das acusações e recorrer da liminar. A reportagem conversou diretamente com a instituição, mas foi orientada a falar com seu advogado, que, até o final desta manhã, não havia retornado o contato.

*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.
Isabella Alonso Panho* - estagiária
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Londrina

Casos de Covid podem bater recorde de dezembro, diz prefeito em live

24 JAN 2021 às 21h16
2º dia do ENEM

Paralisação de 35% da frota de ônibus prejudica estudantes de Londrina neste domingo

24 JAN 2021 às 10h38
Mais doses

Vacinas Oxford/AstraZeneca chegam a Londrina hoje

24 JAN 2021 às 10h22
Segundo protesto do dia

Manifestantes pedem impeachment de Bolsonaro no Calçadão

23 JAN 2021 às 17h49
Protesto em Londrina

Carreata pelo impeachment de Bolsonaro pede vacina para todos

23 JAN 2021 às 14h43
MADEIRA!

Árvore do Bosque Central cai e interdita via no centro de Londrina

23 JAN 2021 às 14h27
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados