27/05/20
33º/20ºLONDRINA
|
Vem relembrar!

Confira a retrospectiva 2019 do Portal Bonde

O ano de 2019 está chegando ao fim! Um ano marcado por muitas perdas e tragédias desde os primeiros dias, começando com o acidente na barragem de Brumadinho (MG), onde centenas de pessoas perderam a vida, até a grande comoção nacional que foi a morte do apresentador Gugu Liberato. Em Londrina e no Paraná também aconteceram diversos casos - alguns fatos curiosos, outros tristes.

Anderson Coelho/Grupo Folha
Anderson Coelho/Grupo Folha


JANEIRO

O ano começou com a posse do novo governador do Paraná. Ratinho Junior (PSD), juntamente com o seu vice, Darci Piana (PSD). No Brasil, Jair Bolsonaro foi eleito pelo PSL assumiu o comando da nação, juntamente com o seu vice, General Mourão (PRTB). A primeira polêmica envolvendo membros do governo foi com a ministra Damares Alves, que declarou "meninos vestem azul e meninas vestem rosa”.

Algumas pessoas tiveram uma surpresa e tanto ao acessarem suas contas bancárias. Um erro em uma instituição financeira tornou alguns correntistas milionários, mas como alegria de pobre dura pouco, o erro foi identificado e tudo voltou ao normal.

O início do ano também foi marcado por alguns sustos, como a queda do elevador de um hotel em Londrina e outro em uma loja de departamentos em Maringá.

Além dos desastres nacionais que abalaram o país, Londrina ficou chocada com a história do tatuador pedófilo. Além dos arquivos de pedofilia, também foi encontrada maconha em poder do detido, que reside em Londrina há 16 anos.

E o primeiro mês do ano terminou com o ex-governador Beto Richa (PSDB) sendo preso por policiais por desdobramentos da Operação Integração, que apura possíveis irregularidades na administração de rodovias no Estado.

FEVEREIRO

O mês começou quente, mas não de uma forma tão boa. Uma das principais loja de plásticos de Londrina, que ficava na rua Duque de Caxias, foi totalmente destruída por um incêndio, deixando um enorme prejuízo aos proprietários.

Outro fato muito intrigante e que persistiu nos meses seguintes foi a violação de túmulos no cemitério São Pedro, localizado no centro de Londrina. Nessa primeira ocorrência, foram violados 13 túmulos.

Fevereiro também ficou marcado pela grande estiagem, que baixou os níveis dos rios do estado, em especial o Tibagi, que corta a região norte. O baixo nível da represa Capivara, no rio Tibagi, levou diversos turistas a Sertanópolis (Região Metropolitana de Londrina). Isso porque a seca fez com que seja possível atravessar a famosa 'Ponte Caída' a pé enxuto.

Fevereiro também foi o mês em que o presidente Jair Bolsonaro veio pela primeira vez ao Paraná já empossado no cargo.

Neste mesmo mês, terminou o último horário de verão, já que o novo presidente suspendeu a continuidade do período em que se adiantava e atrasava o relógio.

Mas, sem dúvida alguma, a notícia mais triste do mês foi a morte do jornalista Ricardo Boechat, que foi vítima de um acidente aéreo na capital paulista.

MARÇO

Para parlamentares de Londrina e da região, o mês de março foi marcante, literalmente. O vereador Amauri Cardoso (PSDB) e o deputado federal Emerson Petriv (PROS) "saíram no braço”. Após ter sido irritado pelo deputado, Cardoso deu um soco no nariz de Petriv, que revidou e ficou gritando por seu segurança apelidado de "Capoeira”. O fato gerou memes e uma repercussão e tanto nas redes sociais.

Em Rolândia (Região Metropolitana de Londrina), o vereador Eugênio Sepeloni (PSD), teve um vídeo íntimo vazado. Na época, o deputado Petriv, o mesmo que levou um soco, apresentou um pedido de cassação do legislador municipal, porém, o pedido não avançou.

Março foi realmente o mês do deputado Emerson Petriv. Em uma sessão na Câmara dos Deputados que era presidida por Alexandre Frota (PSDB), Petriv declarou ser fã dos vídeos de Frota - que, durante um período, foi ator de filmes pornográficos. No mesmo mês, Boca Aberta foi expulso do grupo de Whatsapp dos deputados federais paranaenses por desrespeitar as normas impostas.

No mesmo mês, a Polícia Civil realizou uma operação com 12 mandados judiciais, sendo oito de busca e apreensão domiciliar e cinco de sequestro de bens, em razão de um esquema de corrupção que gerou um prejuízo superior a R$1 milhão ao Paraná. A organização criminosa era comandada por uma servidora pública, de 55 anos, responsável pela secretaria da diretoria clínica do Hospital Universitário de Londrina.

Março ainda teve início na novela da interdição da rotatória da avenida Dez de Dezembro, operação de combate à pedofilia e também a greve no transporte coletivo.

E notícias tristes, como a morte da jovem Vanessa do Prado Alves Machado, de 33 anos, em Arapongas (Região Metropolitana de Londrina). O motorista do carro fugiu do local sem prestar atendimento, porém, foi detido por guardas municipais dias depois.

ABRIL

O mês é muito aguardado em Londrina e na região, pois é quando acontece a Expo Londrina, uma das maiores feiras agrícolas do país. Entretanto, no último sábado da feira, no dia 13, uma égua se assustou durante a apresentação da esquadrilha da fumaça, que vou a fazer seu show na feira nesse ano. Oito pessoas incluindo o responsável pela égua, teriam se ferido.

Abril também ficou marcado pela morte de Eduarda Shigematsu, que foi assassinada e teve o corpo enterrado no quintal dos fundos da casa que pertence à família. O próprio pai dela e a avó paterna foram presos acusados do crime.

MAIO

O mês das noivas foi cheio de perdas e de casos curiosos. Houve a prisão de um youtuber em Londrina, briga de irmãos na justiça por conta de moletom...

Entretanto, ocorreram notícias tristes, como um bebê morto por negligência em Porecatu, falso agente de endemias acusado de estupro em Arapongas e a morte do cantor Gabriel Diniz, do hit "Jenifer".

Maio também foi marcado pela prisão do ex-vereador de Londrina, Orlando Bonilha, que foi condenado pelo TJPR (Tribunal de Justiça do Paraná) por concussão, que é quando o agente público se aproveita do cargo para obter algum tipo de vantagem. Na época, a condenação transitou em julgado, que é quando não cabe mais recursos. O processo se deu por dividir salário com um servidor em cargo comissionado.

JUNHO

Junho foi marcado por diversas notícias, como a morte de uma servidora municipal de Londrina, que foi morta ao sair de casa. Até o momento o caso não foi solucionado pela Polícia Civil.

O radialista Danz Barreira, que fez sucesso no rádio como repórter policial, morreu aos 61 anos, de choque séptico pulmonar no Hospital do Coração.

Uma mulher caiu do terceiro andar em um prédio no centro de Londrina na rua Maranhão, e sofreu diversas escoriações.

Ainda, o caso envolvendo o jogado do Paris Saint German, Neymar Jr. e a modelo Najila Trindade, que acusava o esportista de ter a estuprado.

O salão Coroados, na rua Souza Naves, em Londrina, deixou de atender aos seus clientes depois de 70 anos de funcionamento.

JULHO

O segundo semestre de 2019 também teve fatos curiosos e engraçados. Um idoso caiu em um golpe após trocar nudes com uma mulher do Rio Grande do Sul, e o caso foi registrado em Cornélio Procópio.

Em um dia chuvoso e frio, um carro desgovernado entrou em uma pizzaria localizada na avenida Higienópolis.

Teve imagem de santa que jorrava mel em Corbélia (Noroeste) mas, depois de muitas noites de vigília, perceberam que ela não jorrava o mel santo.

Casos horripilantes também foram registrados. Um avô de 69 anos estuprou a própria neta de 3 anos em Arapongas (Região Metropolitana de Londrina). A mãe da vítima alegou que a filha relatou com detalhes o abuso sexual cometido pelo avô.

AGOSTO

O ano de 2019 foi tão estranho que até agosto passou rápido. Brincadeiras à parte, o mês teve muita notícia, como um casal realizando fetiches em um cemitério de Ibiporã (Região Metropolitana de Londrina).

Uma menina de sete anos foi morta em Londrina queimada na boca de um fogão por um primo. O caso ocorreu na zona leste.

Foi em agosto também que a turma do Bonde foi conhecer o "rango” do restaurante popular de Londrina. A comida foi aprovada e, desde então, diariamente, o cardápio pode ser encontrado no portal.

Um ladrão faminto invadiu uma escola em Londrina, roubou a merenda e deixou um bilhete arrependido.

Em Cambé, dois túmulos de mulheres violados.

Houve ainda mãe mandando o filho de volta para a cadeia em carro de aplicativo e duas pessoas morrendo após uma explosão de um desodorante em um carro fechado em Maringá.

SETEMBRO

O mês da independência do Brasil foi sem dúvidas o mais cômico e que fez Londrina ser destaque nacional. Primeiro, com uma dupla fazendo manobras com um bobcat nas obras do viaduto da Dez de Dezembro e depois, com uma aposta certeira da mega sena que rendeu R$ 5 milhões.

OUTUBRO

O mês das crianças e de Nossa Senhora de Aparecida foi um dos mais emblemáticos. Duas pessoas foram mortas por um garoto de programa na região central da cidade em menos de uma semana. Fábio Ábila, 49, e Hannan Silva, 21, foram os vitimados.

O Paraná ganhou os céus com novas linhas aéreas atendendo cidades pequenas como Arapongas, Apucarana e Cornélio Procópio, por exemplo.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) prendeu um caminhoneiro bêbado e perneta na cidade de Santa Terezinha de Itaipu (Noroeste). Quando iniciaram os procedimentos de fiscalização, os policiais verificaram que o caminhoneiro não possuía a perna esquerda. Ainda verificaram que o homem não possuía habilitação. Mais um dos casos cômicos que aconteceram no decorrer de 2019.

Você também riu muito com o Bonde. Quem não se recorda febre do filtro do Sasha Dog que enganou muitas pessoas e que nós te ensinamos a usar?

NOVEMBRO

Ah, novembro, as polêmicas não ficaram de fora desse mês, que foi um período de grande comoção nacional, pois foi quando o querido Gugu Liberato morreu, vítima de um acidente doméstico lá em Orlando, nos Estados Unidos.

Em Londrina, uma polêmica dominou: uma foto em que aparentemente o viaduto da Dez de Dezembro estava torto circulou na internet, porém, o secretário de obras negou qualquer problema estrutural.

Você também ficou sabendo que o número de feriados no novo ano que está quase chegando será maior do que em 2019.

Além disso, você conheceu as identidades secretas dos Papais Noéis e que a UEL (universidade Estadual de Londrina) ganhou a primeira usina de energia solar de Londrina.

DEZEMBRO

O mês do Papai Noel não começou muito bem em Londrina. Um garoto de 8 anos deu entrada na emergência do Hospital Evangélico de Londrina após ter sido violentamente agredido por seus pais adotivos, que acabaram presos.

Falando em Papai Noel, um deles foi preso em Londrina por ter estuprado duas meninas.

Mãe e filha de dois anos morreram em acidente na PR-445.

Entre as boas notícias, a do município de Quinta do Sol (Noroeste), que comemorou seu aniversário regado a picanha e o melhor de graça e para todos os moradores.

O ano de 2019 foi sem sombra de dúvidas de muito aprendizado e muita luta para todos. O Bonde deseja que o seu 2020 seja muito melhor do que esse que está acabando. Continue antenado com o que é notícia em Londrina, no Paraná e no Brasil aqui no Bonde.

*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.
Rodolfo Salloum - Estagiário*
Continue lendo
Será?
Governador considera que o Paraná poderá retomar atividades econômicas em agosto
26/05/2020 20:01
Agravo de instrumento
MP tenta reverter reabertura do comércio e shoppings de Londrina
26/05/2020 18:59
Negociação
Latam vai reduzir número de funcionários no Brasil
26/05/2020 17:25
Municípios
Ministério Público defende que eleição não seja adiada por pandemia
26/05/2020 16:07
Cobertura
Palácio da Alvorada terá segurança reforçada para jornalistas
26/05/2020 15:28
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados