Pesquisar

Canais

Serviços

- Marcos Zanutto/Arquivo FOLHA
Vai prestar serviços comunitários

Falso funcionário do Hospital Evangélico é condenado por estelionato após aplicar golpes em Londrina

Rafael Machado/ Grupo Folha
09 set 2021 às 17:49
Continua depois da publicidade
O juiz da 3ª Vara Criminal de Londrina, Juliano Nanuncio, condenou por estelionato um jovem de 22 anos que se passou como representante do Hospital Evangélico para aplicar golpes em locadoras de veículos. A sentença é de dois anos e quatro meses em regime aberto, que acabou convertida em prestação de serviços comunitários pelo rapaz ser primário, ou seja, nunca havia sido preso anteriormente. A decisão saiu no final de agosto.


Baseado nas investigações da Delegacia de Estelionatos de Curitiba, o Ministério Público detalhou na denúncia como o esquema funcionava, inclusive citando a participação de mais gente. O jovem, que mora em Londrina, entrou em contato com uma locadora, se apresentou como gerente de frotas do hospital e alugou três carros, sendo dois Corollas e uma Ecosport. Após receber os automóveis, revendeu-os e embolsou cerca de R$ 210 mil com o desvio. 


Leia mais na Folha de Londrina

Continue lendo