Pesquisar

Canais

Serviços

- Gustavo Carneiro/Grupo Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Projeto

Londrina: Acesf pretende construir cemitério vertical na zona sul

Pedro Marconi - Grupo Folha
19 jan 2022 às 07:20
Continua depois da publicidade

Um terreno de mais de 40 mil metros quadrados que fica ao lado da unidade dois da PEL (Penitenciária Estadual de Londrina) e em frente à Casa de Custódia, na região sul de Londrina, poderá receber um cemitério vertical municipal. A ideia é da Acesf (Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários de Londrina), que projeta que o local possa abrigar de 25 mil a 30 mil jazigos caso o projeto se torne realidade. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


A área foi desapropriada em 2009 tendo como destinação o desenvolvimento do sistema penal, conforme escritura registrada na prefeitura. No entanto, passados cerca de 13 anos nada foi feito no lugar, que está vazio e acumula mato. No ano passado, o Depen (Departamento Penitenciário do Estado do Paraná) foi questionado pelo poder público municipal se ainda havia interesse em levantar um presídio no terreno. 

Continua depois da publicidade


Segundo o superintendente da Acesf, Péricles Deliberador, o Estado já sinalizou que não pretende utilizar o espaço. Agora, o processo está nos trâmites burocráticos dentro da própria prefeitura, com a autarquia aguardando o parecer se o Executivo pode repassar o terreno para ela. “Terminamos recentemente as capelas mortuárias da zona sul (na avenida Guilherme de Almeida) e não temos um cemitério nessa região. Seria importante essa construção para melhorar a possibilidade de atendimento na cidade”, destacou. 


O planejamento inicial é que de que o município banque a edificação do cemitério, no entanto, não está descartada uma parceria público-privada. “Não temos valores ainda (de quanto vai custar), mas terá que construir muros, mais uma capela mortuária, pelo menos, salas administrativas. Não será pouco valor (para investimento)”, detalhou. 


Siga lendo na Folha de Londrina.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade