Pesquisar

Canais

Serviços

- Shutterstock
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Portas fechadas em Londrina

'Não acredito mais no poder público', desabafa presidente da ADA

Victoria Costa - Estagiária*
28 ago 2018 às 14:27
Continua depois da publicidade

A presidente da ADA (Associação de Defesa dos Animais), Anne Morais, anunciou o fechamento da ONG que recolhia e cuidava de animais encontrados nas ruas em postagem feita na segunda-feira (27) na página oficial da entidade no Facebook. O fim das atividades aconteceu em decorrência de problemas financeiros e da falta de apoio para continuidade do serviço em Londrina.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


"O poder público nunca ajudou a gente. Nós abrimos a associação, aí alegaram que tinha que ser ONG, nós atualizamos o estatuto aí disseram que não podia ser só ONG e sim um serviço de utilidade pública. Isso foi inviabilizando o nosso trabalho e nossas despesas estão altíssimas. Não foi por falta de ir atrás de documentação, foi falta de vontade política" criticou. Anne lembrou que a ADA começou a funcionar em 2012 com "um trabalho de formiguinha".

Continua depois da publicidade


A presidente se diz cansada das dívidas, cobranças de aluguel e da falta de ajuda. "Não vou correr atrás de documentos novamente. É muito burocrático e trabalhoso e eu sei o que vai acontecer, vai ser engavetado de novo" desabafou. "Eu perdi as forças, o poder público perdeu a credibilidade e eu não acredito mais em nossos governantes" completou.


Há alguns meses, a ONG cancelou os resgates. Mas, o local está com mais de mil animais resgatados, atualmente, e que ainda precisam de um lar. "Vamos ficar os próximos 12 meses focados na doação dos animais que estão lá. Vamos precisar de muita ajuda", apelou a presidente.


O Maximo Villa, da Faria Lima, ainda vai realizar o "Viva Londrina" uma festa da música londrinense em prol da ADA. O evento ocorre no dia 30 de agosto, com entrada de R$ 15,00. Saiba mais no aqui.

Continua depois da publicidade


Em nota, a Prefeitura de Londrina afirmou que tentou formalizar convênio com a ADA, conforme determina a legislação para as entidades que desejam receber recursos da Prefeitura.


"Neste caso, dirigentes da ADA foram orientados a se inscrever no programa Municipal de Incentivo ao Verde (Proverde). O município deu todas as orientações legais possíveis para a associação, porém a entidade não se inscreveu, inviabilizando a análise da proposta e a possibilidade de transferência de recursos públicos a organização", argumenta o Município em nota encaminhada pelo Núcleo Comunicação.


SERVIÇO


Se você tem interesse de adotar um bichinho, basta entrar no Facebook,Instagram da associação ou entrar em contato com a Emily Amanda pelo número (43) 99819-8532.


Para ajudar com doações: Sandra Maria (43) 98405-8460
Para ser um voluntário: Catia Guazzi (43) 99139-9653

*Sob supervisão do editor on-line Rafael Fantin


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade