Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Em Londrina

Prefeitura pretende construir nova área de lazer

Redação - Folha de Londrina
08 jul 2003 às 21:52
Continua depois da publicidade

Uma obra de lazer que promete também valorizar a região dos Cinco Conjuntos, na zona norte de Londrina. Essa é a expectativa de moradores e imobiliaristas com a promessa do prefeito Nedson Micheleti (PT) de colocar em prática o antigo projeto de construção de um lago no conjunto Milton Gavetti, ainda este ano.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Para o imobiliarista Abílio Medeiros Júnior, se o tão sonhado lago da Zona Norte sair, enfim, do papel ''vai valorizar não só os imóveis próximos, mas toda a região dos Cinco Conjuntos'', garantiu.

Continua depois da publicidade


Micheleti havia anunciado, na segunda-feira, durante reunião com o secretariado municipal que o lago da Zona Norte, uma antiga reivindicação da comunidade, será uma das obras da administração municipal que será iniciada ainda este.


O prefeito garantiu, na reunião, que o dinheiro para ela - cerca de R$1,8 milhão - já está reservado no orçamento. A criação do lago é uma promessa de, pelo menos, as últimas quatro administrações municipais.


Para Medeiros, se a obra realmente sair do papel, os imóveis das imediações devem valorizar cerca de 50%. ''Será uma grande área de lazer que vai trazer uma concentração de pessoas para a região'', salientou. Medeiros Júnior apontou que essa obra é muito bem vinda, mas destacou que há muito tempo ela vem sendo prometida. ''Vamos ver se, agora, sai da teoria para a prática'', observou.

Continua depois da publicidade


Pelo menos o projeto, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (Ippul), Secretaria de Obras e Secretaria do Meio Ambiente, já está pronto e contempla a construção de um espaço de lazer com lago, pista de caminhada e equipamentos de ginástica, semelhante ao espaço do Lago Igapó 2 (área central), na área localizada entre avenida Curitiba, rua Professora Célia Gonçalves Dias e o prolongamento da avenida Água Imperial.


O engenheiro do Ippul, Otávio Taccola Neto, descreveu que o lago terá área de 30 mil metros quadrados em formato semelhante a um grão de feijão. Em volta, uma pista de caminhada com cerca de 1.400 metros.


Maria Sueli Alves Pereira, que mora no Milton Gavetti há 20 anos, ficou feliz com a notícia que, dessa vez, sai o tão sonhado lago. ''Acho que vai ser muito bom'', afirmou. Carlos Roberto Gomes, que pescava em uma pequena área alagada no local, também gostou. ''Hoje está muito feio, nem peixe dá mais'', constatou.


Já o instrutor de futebol infantil do Clube Atlético Londrinense, Antônio Ferreira da Silva, chamou a atenção para a importância de existir mais lugares de lazer na cidade. ''As pessoas deviam se preocupar com isso. Com o esporte, você passa alguma coisa para as pessoas e tira os meninos das drogas e das ruas'', destacou.

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, o projeto do lago deve passar pelo processo de licitação e também será necessário um Estudo de Impacto Ambiental, que será realizado pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP). Depois de licitada, a construção do lago deve demorar seis meses para ser concluida.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade