10/05/21
PUBLICIDADE
Acordo de empresas e sindicato

Trabalhadores decidem em assembleia se ônibus voltam a circular em Londrina nesta quarta

Gustavo Carneiro/Grupo Folha
Gustavo Carneiro/Grupo Folha


Depois de uma reunião realizada na tarde de terça-feira (13) na prefeitura, representantes do Sinttrol (Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Londrina), Metrolon (Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros Intermunicipais), TCGL (Transportes Coletivos Grande Londrina) e CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização) chegaram a um acordo para o retorno das atividades.


Nesta quarta-feira (14) pela manhã, a decisão tomada na reunião será votada pelos trabalhadores às 7 horas, tanto na entrada da garagem da TCGL quanto na garagem da Londrisul, prometeu o presidente da categoria, José Faleiros. No entanto, a retomada dos serviços não será imediata. Após a assembleia ainda há um tempo para a reorganização da escala dos motoristas para que tudo volte à normalidade.

Os funcionários receberam como promessa que as empresas realizarão o pagamento integral dos salários no dia 15 deste mês, que deveriam ter sido depositados no dia 7 de abril, desde que haja o imediato retorno ao trabalho, pela integralidade da categoria nesta quarta-feira (14).

Eles também receberão no dia 22 o pagamento do vale, que é a antecipação de parte do salário. Faleiros ressaltou que os pagamentos garantem a abertura da negociação salarial. O grupo de trabalhadores ficou concentrado nesta terça-feira no Centro Cívico e realizou uma manifestação pacífica. Faixas foram fixadas para chamar a atenção do poder público e da população.

Também foi estabelecida a desistência de ações civis públicas, mandados de segurança, interditos proibitórios relacionadas à paralisação. O acordo prevê ainda retomada das negociações coletivas relativas ao ano de 2021 a partir do dia 20 deste mês.

A paralisação da categoria durou cinco dias. Conforme o advogado e vice-presidente do Sinttrol (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Londrina), André da Silva, cerca de 950 motoristas que atuam nas empresas Londrisul e TCGL, além dos profissionais dos setores administrativos e de manutenção, foram prejudicados pelos atrasos.

CONTINUE LENDO NA FOLHA.
Vítor Ogawa - Grupo Folha
Continue lendo
7 dias de julgamento

Manvailer é condenado a 31 anos de prisão pela morte de Tatiane Spitzner

10 MAI 2021 às 20h48
Pandemia

Londrina volta a ter dez mortes pela Covid-19 em um dia

10 MAI 2021 às 19h27
De mudança

Movelpar passará a ser realizada em São Paulo

10 MAI 2021 às 19h11
'Os fatos falam por si'

'Brasil virou cemitério e isso não ficará impune', diz Renan sobre CPI 'dar em nada'

10 MAI 2021 às 17h21
18 pessoas notificadas

Seis motos são recolhidas durante blitz em Londrina

10 MAI 2021 às 16h56
Última etapa

Trecho 3 do Arco Leste: novo ramal viário interliga a BR-369 e PR-445

10 MAI 2021 às 16h28
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados