Pesquisar

Canais

Serviços

- Gustavo Carneiro/Arquivo FOLHA
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
NOVIDADE

Trabalhadores do comércio de Londrina podem usar exame positivo para afastamento por Covid-19

Redação Bonde com N.Com
26 jan 2022 às 10:46
Continua depois da publicidade

Os trabalhadores do comércio varejista e servidores municipais de Londrina que confirmarem o diagnóstico de Covid-19 por meio de exames RT-PCR ou antígeno não precisarão de atestado médico para o afastamento do trabalho. A medida é válida pelo município até 28 de fevereiro. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Em reunião na última semana, o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, solicitou aos sindicatos e associações de classe que adotassem o laudo positivo para Covid-19 com efeitos de atestado médico. O objetivo é reduzir o número de pessoas que já têm o diagnóstico de Covid-19, não apresentam sintomas ou têm quadros leves, mas comparecem nas unidades de saúde para solicitar o atestado.

Continua depois da publicidade


A medida foi adotada pelo Sincoval (Sindicato do Comércio Varejista de Londrina), após reunião entre representantes dos empregadores e trabalhadores do setor, realizada na última segunda-feira (24). 


O presidente do Sincoval, Ovhanes Gava, citou que serão aceitos com efeito de atestado os laudos positivos emitidos tanto na rede privada como na rede pública de saúde, conferindo um afastamento de sete dias para o trabalhador a partir da data em que realizar o teste. “É uma decisão abrangente a todo comércio varejista e as pessoas, trabalhadores ou empregador, poderão entrar em contato que vamos tirar as dúvidas. As pessoas precisam se conscientizar da situação, se isolar por sete dias, e o empresário tem que compreender que é uma necessidade. Cada um deve fazer sua parte, e o Sincoval está junto com a Prefeitura para podermos, de alguma forma, minimizarmos esse problema”, declarou.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade