23/10/20
Tragédia

Explosão de oleoduto no México deixa pelo menos 20 mortos

Pelo menos 20 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas com a explosão de um oleoduto da empresa estatal Petróleos Mexicanos (Pemex) na cidade de Tlahueplilpan, no estado de Hidalgo, México. Em nota, a petrolífera informou que a explosão se seguiu a um incêndio provocado por um vazamento no duto Tuxpan-Tula e que as pessoas mortas e feridas tentavam recolher para si parte do combustível que vazou.

A explosão ocorreu no fim da tarde desta sexta-feira (18). As autoridades locais acionaram o plano de emergência, pedindo à população que seguisse as instruções de segurança e evacuando as proximidades. Os feridos com queimaduras mais graves foram transportados para hospitais da Cidade do México, a cerca de 100 quilômetros de distância.


Funcionários treinados da empresa estatal auxiliaram os bombeiros e as equipes de segurança no combate ao fogo e atendimento aos moradores de Tlahuelilpan afetados pelo incêndio. Pelo menos 11 ambulâncias e 15 médicos foram enviados para o local, além de equipes técnicas e veículos de outras unidades da Pemex.

No Twitter, o presidente do México, López Obrador, lamentou a "grave situação", informando que, tão logo foi informado da explosão do duto, deu instruções para que todos os esforços fossem empenhados para controlar o fogo e atender às vítimas e suas famílias. "Convoco todo o governo a prestar auxílio à população local", escreveu Obrador pouco antes de seguir para Tlahuelilpan a fim de visitar o local do incêndio.

San Juan del Rio
Houve outro incêndio em um duto da Pemex na cidade de San Juan del Rio, no estado de Querétaro, cerca de 100 quilômetros a noroeste de Tlahuelilpan. De acordo com a estatal, neste incêndio, não houve feridos, e as chamas foram debeladas por volta da meia-noite desta sexta-feira (18).

Embora a empresa garanta que o trecho afetado do duto Tula-Salamanca fica em uma zona despovoada, a ocorrência mobilizou guardas municipais, bombeiros, agentes da defesa civil e até homens do Exército, além de técnicos da própria empresa.

Ainda de acordo com a Pemex, o duto foi "vandalizado" e, assim como em Tlahuelilpan, pessoas tentavam furtar combustível do local. A empresa afirma que "seguirá reforçando as medidas de prevenção necessárias para acabar com o furto de combustível, colaborando com o combate a esse flagelo que prejudica o patrimônio de todos os mexicanos".

Ainda de acordo com a estatal, o furto de combustível – prática que, no México, de tão comum, já deu origem a uma palavra de uso corrente, o chamado huachicoleo (roubo de combustível) - coloca em perigo a seguridade das comunidades próximas aos oleodutos e o abastecimento dos consumidores.
Agência Brasil
Continue lendo
Saiba mais

Candidatura de Boca Aberta é indeferida por juiz eleitoral de Londrina

22 OUT 2020 às 22h49
Saiba mais

Estado adia a data de leilão de veículos públicos

22 OUT 2020 às 16h57
Mantida em cativeiro

Médica sequestrada no RS é resgatada por ação integrada no Paraná

22 OUT 2020 às 15h59
Governo federal

Bolsonaro afirma que não haverá aumento de imposto após pandemia

22 OUT 2020 às 15h38
Novo sistema

Banco Central aprova 762 instituições para ofertar o Pix a partir de novembro

22 OUT 2020 às 14h36
Após seis meses

Confiança do comércio cresce e volta ao patamar de otimismo

22 OUT 2020 às 14h13
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados