Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Educação

50 mil atendidos pelo Bolsa-Escola serão avaliados

Bonde, com informações da Agência Brasil
11 jul 2003 às 17:47
Continua depois da publicidade

Em novembro, cerca de 50 mil alunos matriculados na 4ª e 8ª séries do ensino fundamental e beneficiados pelo Programa Bolsa-Escola terão os seus desempenhos escolares verificados pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A informação foi dada na quinta-feira, pelo diretor de Programas de Inclusão Educacional do Ministério da Educação, Maurício Muniz Barreto de Carvalho, durante o seminário regional sobre avaliação educacional, que acontece até amanhã em Belo Horizonte.

Continua depois da publicidade


A amostra dos alunos atendidos pelo Bolsa-Escola vai representar os mais de oito milhões de beneficiados pelo programa e compor o conjunto de 360 mil estudantes das 4ª e 8ª séries do ensino fundamental e 3ª do ensino médio que farão a prova do Saeb 2003.


"Queremos que essa avaliação constitua-se num mecanismo regular da verificação do impacto do Bolsa-Escola sobre a aprendizagem do aluno", afirma o diretor.


Para Carvalho, a avaliação vai possibilitar a comparação dos alunos bolsistas com os demais estudantes com as mesmas características socioeconômicas e acompanhar a evolução do desempenho escolar. "A partir desse diagnóstico vamos ter subsídios para agregar propostas ao programa que contribuam para o sucesso dessas crianças."

Continua depois da publicidade


O Saeb, por meio de um questionário socioeconômico, vai também investigar a influência do programa na valorização educacional da família e do aluno atendido, a expectativa do professor em relação ao bolsista, a interação escola e família dos beneficiados e se há algum tipo de discriminação a esses estudantes.

Pretende identificar ainda os motivos das faltas do aluno e como a escola posiciona-se sobre este assunto, e as mudanças positivas percebidas pelos professores em relação à freqüência às aulas, ao comportamento e ao rendimento escolar. Segundo o diretor, utilizando os resultados do Saeb, o Ministério da Educação vai economizar cerca de R$ 1,5 milhão com a realização de uma pesquisa própria sobre o impacto do Bolsa-Escola.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade