Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação/ Agência Ansa
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Centenária

Aos 119 anos, mulher mais velha do mundo morre no Japão

Redação Bonde com Agência Ansa Brasil
25 abr 2022 às 17:49
Continua depois da publicidade

A japonesa Kane Tanaka, certificada pelo Guinness World Records como a mulher mais velha do mundo, teve a morte confirmada nesta segunda-feira (25), aos 119 anos de idade. Segundo o livro dos recordes, a mulher nasceu em 2 de janeiro de 1903 no departamento de Fukuoka. Ela vivia em uma casa de repouso e se dedicava a jogos de tabuleiro.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


De acordo com a família de Tanaka, ela ficou doente recentemente e precisou ser hospitalizada várias vezes em março. Quando jovem, a recordista dirigiu vários negócios, como uma loja de macarrão e outra de bolo de arroz. Casada em 1922, Tanaka foi mãe de quatro filhos e adotou um quinto.

Continua depois da publicidade


A japonesa planejava participar do revezamento da tocha olímpica das Olimpíadas de Tóquio, no Japão, mas desistiu em virtude da pandemia de Covid-19.


O Japão possui a população mais velha do mundo e cerca de 86,5 mil de seus habitantes são centenários, segundo levantamento feito pelo Ministério da Saúde em 2021. A pessoa mais velha que já viveu e cuja data de nascimento acabou sendo certificada foi a francesa Jeanne Calment, que faleceu em 1997 aos 122 anos.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade